Novidade

Coluna de Raul Lung

Bem, o fato novo desse fim de semana foi a pré-convenção do PSD, como que uma pesquisa interna para apurar os nomes mais lembrados para os cargos do Executivo. Os dois nomes mais lembrados em votação realizada pelos filiados do partido foram dos jovens Juliano Araújo “da Saúde” e Thiago Deodato Pereira, conhecido no meio ciclístico pelo trabalho com a “Risco Zero Adventure”. A votação ocorreu na casa do presidente do partido, Ginaldo Corrêa, e o PSD de Gravatal, agora, conta com Juliano indicado para prefeito, e Thiago para vice, como os nomes do partido para concorrer às eleições municipais de 2020. Segundo o presidente Ginaldo, com esses dois nomes escolhidos pelos filiados do PSD, o partido fica ainda mais fortalecido para o pleito municipal. Aguardamos agora os movimentos de outros partidos de nossa cidade, pois os prazos eleitorais para as definições de quais deixam de ser pré e fixam como candidatos de fato estão terminando, pois estamos praticamente a dois meses do pleito eleitoral.

ELEIÇÕES 2020

Esse ano que se mostra atípico em vários sentidos, sejam eles econômicos, de saúde ou social, nos reserva ainda um “evento” que mexe com todo o País, desde as menores cidades até as maiores capitais. Em Gravatal não seria diferente, seja com máscara, com distanciamento, com períodos de votações estendidos, uma coisa é fato: em 2020 tem eleições para prefeito, vice e vereadores. Já com data fixada para 15 de novembro, as movimentações nos bastidores partidários começam a acontecer, alguns nomes já lançados como pré-candidatos conhecidos das urnas e algumas novidades também, como o jovem Cleinils Rodrigues, que é pré-candidato a prefeito pelo PP, e o vereador e atual presidente da Câmara de Vereadores Adilson “Soca”, que anunciou que não será candidato nessas eleições, e o ex-secretário de Turismo, Fabrício Lorenzetti, anunciando que será o candidato do PT à Prefeitura.

EMPATIA

Nesse momento delicado em que vivemos, essa palavra passou a ser lembrada e pronunciada mais vezes. O significado de se colocar no lugar do outro tem se tornado um exercício diário. Enquanto alguns são “obrigados” a ficar em casa, fechando os postos de trabalhos, outros têm de, dia após dia, enfrentar a coronavírus de cara, estando na linha de frente. Outros ainda estão enfermos, em casa ou até internados. É, como se dizia, “os números viraram nomes”. Afinal quem de nós hoje não tem um familiar, amigo ou até conhecidos que não foram acometidos de alguma forma por esse vírus. Fica o meu pedido a você, amigo leitor, independente de fé, religião ou credo faça esse exercício, se coloque no lugar do outro. Se você está bem, em condições físicas e financeiras, agradeça e se puder (e quiser) ore, peça e interceda por essas pessoas queridas em nosso município que se encontram enfermas, e por seus familiares que por certo também se sentem abaladas. Acredite, fará bem a elas e também a você!


Leave a Comment