terça-feira, dezembro 1Diário online de Braço do Norte

Carimbos agregam credibilidade ao seu negócio

Além de auxiliar no fortalecimento da sua marca, o carimbo é uma excelente ferramenta de organização

Com tanta tecnologia à disposição, falar na necessidade de fazer um carimbo para você ou para a sua empresa pode parecer estranho. Mas a verdade é que o carimbo sobreviveu à tecnologia e pode ser um item indispensável para alguns profissionais ou até mesmo para microempreendedores individuais que buscam o fortalecimento do seu nome e do seu pequeno negócio.

Com um investimento bem pequeno é possível agregar profissionalismo ao seu nome ou marca, evitar fraudes de documentos importantes com apenas um clique e agilizar alguns processos no dia a dia da empresa.

Diferente do passado, quando eram feitos de madeira e não permitiam personalização, os carimbos modernos podem ter múltiplas cores, conter palavras, logomarcas e serem customizados para os mais diversos fins. O carimbo é altamente recomendável para quem quer ter sua empresa regularizada. Com ele é possível comprovar pagamentos, autenticar um documento importante, datar ou até mesmo agregar informações à correspondência oficial.

Quais profissionais precisam de um carimbo?

Os carimbos podem fazer parte da rotina de qualquer profissional ou empresa, independente do segmento de atuação.

Consultórios médicos, cooperativas, escritórios de advocacia, fóruns, ambientes de ensino e até órgãos governamentais: todos necessitam de impressões feitas com carimbos personalizados.

Mesmo atualmente, quando os certificados digitais são amplamente utilizados por diversos tipos de profissionais e empresas, os carimbos ainda são necessários. Inclusive, existem processos que só são aceitos quando há a assinatura e um carimbo.

“Alguns procedimentos em bancos e órgão públicos ainda exigem documentos impressos, carimbados e assinados por um contador. Caso contrário não são aceitos”, lembra o contador Juceli Volpato, o “Juca”, da M. Volpato Contabilidade, de Braço do Norte. No escritório contábil dele os carimbos de CNPJ e de assinatura estão sempre à mão. “É uma maneira de gerar autenticidade, pois existem alguns documentos que só podem ser assinados por contadores e obrigatoriamente precisam, também, estarem carimbados”, detalha.

A exemplo dos escritórios contábeis, negócios que envolvem recebimento de produtos, atividades relacionadas a recursos humanos, processos fiscais, que necessitam de validação ou conferência contínua de documentos não só podem como devem possuir carimbos específicos para agilizar serviços com maior precisão.

Profissionais liberais como médicos, enfermeiros, advogados, dentistas, arquitetos, jornalistas, artesãos, professores, fotógrafos, engenheiros e técnicos também podem fazer uso de carimbos pessoais. Nestes casos, a versão de bolso é a mais indicada.

Carimbos: agilidade, segurança e credibilidade com um clique

Quando pegamos um documento, automaticamente fazemos uma breve avaliação daquele papel. A maneira com que foi redigido, assinado e como a informação está distribuída podem ser detalhes simples em um primeiro momento, mas falam muito a respeito da empresa que o emitiu.

Este cuidado na correspondência afeta a percepção do cliente a respeito da marca, mesmo que inconscientemente. O uso do carimbo em uma situação como essa passa seriedade e credibilidade, pois demonstra que há uma organização, padronização e capricho com a parte administrativa.

O carimbo também é uma ferramenta essencial para profissionais que buscam ganhar tempo nas tarefas diárias e ainda agregar profissionalismo e igualmente deixar uma imagem de organização da sua empresa.

Com um simples clique, as informações pessoais ou da empresa estão no papel sem que haja necessidade de escrever estes dados toda vez que uma assinatura é exigida. Sem contar que elimina a possibilidade de erro em informações importantes.

Também é uma forma de organizar o dia a dia, pois o carimbo auxilia na separação e identificação de papéis através de categorias: pago, cancelado, recebido e confirmado, entre outros dizeres comuns.

Este equipamento também é uma forma de identificar as pessoas responsáveis pela revisão de determinado documento em uma empresa. O carimbo não só é efetivo como maneira de formalizar a assinatura de um funcionário, como gera organização nos processos internos.

Além disso, o carimbo é comprovadamente uma forma de reconhecimento e atestado de autenticidade dos documentos. Confira as vantagens de usar o carimbo na sua empresa:

  • Podem ser feitos de maneira personalizada, com as informações, o formato e as cores que mais se adaptam às necessidades do cliente.
  • Automatizam processos manuais.
  • Tornam os documentos personalizados, o que remete credibilidade e organização à empresa.
  • As versões automática e de bolso podem ser facilmente transportados porque são compactos e não vazam.
  • São excelentes para organizar e identificar documentos.
  • Elimina a possibilidade de erros.

Tipos e cores de carimbos

Os carimbos evoluíram com o tempo e algumas versões, como as feitas em pedra e metal, deixaram de ser usadas comercialmente.

Contudo, é possível encontrar estes tipos de carimbos para atender a demanda de colecionadores e também prestadores de serviço que utilizam estas ferramentas para acrescentar um mimo em seus produtos.

É o caso do carimbo de metal para ser utilizado com cera. Conhecidos também como sinetes, são amplamente fabricados, especialmente na versão com monogramas, para serem utilizados no fechamento de envelopes de convites, por exemplo.

Já o carimbo de bolso é uma versão moderna e a nova coqueluche do momento. Na forma de uma caneta ou chaveiro, é automático e, ainda que pequeno, pode conter até quatro linhas de informação, logomarca e possuir até duas ou três cores.

Os carimbos de madeira são um dos mais conhecidos. Podem ser utilizados para informações estáticas como CNPJ, marca e palavras. São mais resistentes em relação aos automáticos, feitos em plástico, mas perdem em praticidade e legibilidade. Por necessitarem de uma almofada entintada para serem usados, há o risco de a carimbada sair borrada ou até mesmo falhada.

Por fim há os carimbos marca d’água. Este modelo também é chamado de chancela e tem a função específica de imprimir marcas d’água, ou seja, uma espécie de impressão em relevo que não utiliza tinta. É geralmente utilizado por empresas que querem criar embalagens diferenciadas para entregar seus produtos ou dar aquele charme a mais em um convite especial, por exemplo.

Em relação à coloração, hoje é possível fazer carimbos de uma até dez cores!

Como e onde fazer um carimbo

Aqui vai a dica mais preciosa de todas: procure uma empresa experiente para isso. Na Amurel, a Gráfica Exterval, sediada em Braço do Norte, há um ano se especializa em fazer carimbos dos mais diversos modelos, cores, tamanhos, formatos e finalidades. Tudo é feito em minutos, pois a empresa emprega tecnologia de ponta para disponibilizar um serviço ímpar e personalizado.

“Ao contrário do que se imagina e apesar de toda a tecnologia, o carimbo é ainda é necessário para muitos profissionais, em especial da área da saúde. Hoje, muitos microempreendedores também passaram a utilizar carimbos para deixar seus negócios mais profissionais”, destaca a empresária Valneide Exterkoetter.

Um dos pontos fortes é que a empresa atende o cliente em todas as etapas: desde a criação do design do carimbo até a confecção da ferramenta no formato e no tamanho que mais se adéqua às necessidades de cada um.

Qual modelo de carimbo escolher?

O primeiro passo é definir qual a finalidade do carimbo, a periodicidade com que será usado e em qual material será aplicado. 

Considerado isso, basta definir qual o modelo que mais se adéqua a sua necessidade. Com o emprego da tecnologia a laser, é possível inovar nos formatos e também utilizar múltiplas cores.

Confira os principais modelos e escolha o seu!

Carimbo datador

Como o próprio nome sugere, o carimbo possui os meses, dias e anos. Basta alterar manualmente cada informação e utilizar.

Carimbo numerador

Tem a numeração de 0 a 9 e a alteração de cada tipo é feita manualmente. Diferente do carimbo datador, este contém apenas números.

Carimbo com dizeres

São os que contém apenas uma palavra e geralmente são feitos na cor vermelha, pois a intenção é justamente destacar determinada sinalização. Exemplos: pago, aprovado, cópia, urgente, devolução, lançado, cancelado, impresso e recebido, entre outros.

Carimbo CNPJ

O Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) é uma identificação importante das empresas e é muito comum a solicitação desse dado para conferir e validar documentos. Por ser um processo rotineiro, torna-se muito vantajoso usar um carimbo CNPJ. Além de agilizar os controles burocráticos, este carimbo padroniza o trabalho e elimina a possibilidade de erro.

Carimbo personalizado

Neste caso você escolhe o que preferir de informação no seu carimbo: palavras, desenhos, marcas e cores. No entanto, a quantidade de informação dependerá também do tamanho do seu carimbo.

Da pedra ao laser: o carimbo através dos séculos

Desde o passado e até hoje o carimbo serve como reconhecimento, prova ou atestado de autenticidade de um documento.

“Quando surgiu, o carimbo era usado para fazer marcas de exclusividade. Sempre que alguém queria validar ou reconhecer algo oficial, além da assinatura havia a marca do carimbo. Hoje, o uso foi ampliado graças a tecnologia empregada na fabricação dos carimbos”, detalha o empresário Jackson Schneider Nunes, da Globo Importação e Exportação, em Tubarão.

A empresa é uma das maiores distribuidoras brasileiras de suplementos para quem fabrica carimbos de qualquer tipo e modelo.

Com o tempo, os carimbos feitos de pedra e metal que utilizavam cera para deixar a impressão da marca, deram espaço para as versões em madeira e borracha.

Na década de 1970, quando o carimbo automático foi criado, o item se tornou ainda mais popular. No Brasil, esta tecnologia chegou apenas em 1994. Desde então, os carimbos continuam a acompanhar a tecnologia e a evolução em relação ao uso. “Agora os carimbos são esculpidos a laser em borracha usinada. Esta técnica permite maior precisão, mais qualidade e a criação de carimbos de qualquer tamanho sem que se perca a legibilidade”, explica Jackson.

Até mesmo nas versões mais compactas, como os carimbos de bolso, é possível colocar até quatro linhas de informação, seja em texto, logomarca ou desenhos, e até quatro cores. “Em carimbos maiores, há possibilidade de utilizar ainda mais informação e até dez cores”, informa o empresário.

Vintage está sempre em voga, inclusive nos carimbos

Ainda que não sejam mais utilizados comercialmente, os antigos carimbos de metal voltaram a ter uma demanda crescente no Brasil e no mundo. Esta versão vintage ganhou espaço – e também status – entre públicos específicos e que buscam certa sofisticação e exclusividade.

As sinetas agora são personalizadas com brasões e monogramas para serem utilizadas com ceras especiais, coloridas e até cheias de brilho, para fechar envelopes de convites, presentes e outros itens customizáveis.

Os carimbos também ganharam outros usos, como na papelaria, na moda e até na decoração de unhas!

Esta história que resistiu bravamente ao tempo – e mais do que isso: evoluiu conforme as necessidades da humanidade – ganhou um espaço único no mundo. O Museu do Carimbo, na Áustria, conta com uma coleção inimaginável de peças. 

São itens únicos, e alguns raros, utilizados por civilizações dos quatro cantos do mundo para oficializar documentos, estampar roupas ou marcar objetos. Em Portugal o carimbo também tem espaço de relevância no Museu Histórico Nacional.

Isto porque em 1305 Dom Diniz decretou que a validade dos documentos seria através da autenticação com carimbos e selos, com a presença de testemunhas. As peças usadas na época, entre os séculos 12 e 13, integram o extenso acervo.

Serviço

Precisa de algum dos profissionais citados neste texto? Não perca tempo e entre em contato com eles hoje mesmo:

Gráfica Exterval: (48) 3658-2588 ou (48) 99933-5910 (WhatsApp).

M. Volpato Contabilidade: (48) 3658-1229.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale