sexta-feira, outubro 30Diário online de Braço do Norte

Artigos

Envolver para educar
Artigos, Colunas

Envolver para educar

Artigo de Aline Patel Tramontin Acho engraçado a barreira criada por que alguns pais criam para envolver os filhos nas atividades domésticas. Falo por mim. Desde que percebi o desenvolvimento da consciência do Theo em pegar algo e levar até determinado lugar, explorei isso com ele. Por exemplo: “Theo, você já terminou sua mamadeira, podes levar até a pia da cozinha?” – coisa mais fofa ele vai!; “Filho, vamos guardar estes brinquedos? Eu te ajudo. Vamos colocar dentro desta caixa”. E assim segue…“Theo, pega para a mãe aquelas meias que estão em cima da cadeira?”; “Podes trazer as roupas do cesto e me ajudar a pôr na máquina?” E é lógico, quem aperta o botão do “liga” é ele!Acreditem, ele ama se sentir útil! Ama saber que faz parte de um sistema e que o sistema precisa da ajuda dele ...
Apresentação
Artigos, Colunas

Apresentação

Coluna de Jessica Balbino Olá, caros leitores. A partir de hoje farei parte desta equipe, e fico muito feliz em estar aqui toda semana, compartilhando e trazendo notícias deste mundo do empreendedorismo, o qual eu adoro. Me apresentando um pouco: sou graduada em Marketing, com especialização em Gestão de Projetos, trabalhei por alguns anos na Áurea Alimentos, também já tive a oportunidade de trabalhar com vendas externas. Atualmente sou sócia proprietária do Empório Delizie, e em paralelo também atuo na área de Marketing da Inmes Industrial. Este mundo empresarial e empreendedor sempre teve minha admiração, e espero que possa contribuir por aqui. Reposição de Mercadorias Com as vendas em lenta recuperação no varejo, o país agora enfrenta uma nova dificuldade, a de reposição de me...
pandemia: Apocalipse now…
Artigos, Colunas

pandemia: Apocalipse now…

Luno Volpato Qualquer título se pulveriza em face da expectativa caótica que o futuro sugere. O coronavírus, inimigo comum, alastra-se sem freios e ataca a sociedade como um todo. Cruel, devastador, letal! Seus tentáculos se insinuam por caminhos inimagináveis.Dissimulado, sem aviso prévio, vai se esgueirando sorrateiramente por todas as esferas. Ninguém o paralisa. Poliglota, não respeita fronteiras, classe social, gênero, sexo, idade… Tempos difíceis!As maiores economias do mundo acenam, pedindo socorro. A retórica fácil e populista não tem o condão de barrar o ciclo de horror que a natureza impõe. Surge como um tsunami ceifando histórias, sonhos e vidas. Muitas vidas… Pandemônio!Por imprevisível encontrou as estruturas despreparadas e atônitas. Susto, medo, desolação! E o mais angus...
Sua Majestade, a Rotina.
Colunas, Artigos

Sua Majestade, a Rotina.

Luno Volpato Olha ela aí!... Ei-la com estilo, personalidade e poder. Quem não a conhece? Quem já não teve um flirt com este evento, agora na crista da onda? Quem já não privou de sua intimidade, observando a paisagem na linha difusa do horizonte? De repente, a rotina, vista de soslaio por seus usuários, torna-se o umbigo do mundo e assume ares de pompa e realeza. A gosto ou a contragosto, ela impõe sua marca inconfundível de aconchego, parceria e fidelidade... Sem querer enveredar por prolixas especulações filosóficas, grosso modo, a rotina é o desfecho de um processo inevitável, a repetição de fatos, circunstâncias, situações, em certo tempo e lugar. Acordar, levantar, tomar café, respirar o ar puro das manhãs, tomar sol, fazer uma caminhada, assistir televisão, encontrar os amigo...
Como cuidar, preservar e recuperar rios
Artigos, Colunas

Como cuidar, preservar e recuperar rios

Artigo de Woimer José Back Estamos ainda parcialmente influenciados pela cultura de que os rios eram os locais de descartes. Mesmo que os rios logo levem o que jogamos, o mar será o destino final e também não podemos punir os mares com o que não precisamos. As gerações mais novas já vivem a realidade em que os rios merecem respeito e não podem servir à destinação do que não queremos mais. Não dá mais para tolerar que os rios e seus afluentes sirvam de destinação de resíduos descartáveis. Vamos dar foco apenas nas questões que dependem da ação humana para cuidar, preservar e recuperar rios e seus afluentes, que certamente a natureza fará o restante. O enorme desafio de cuidar, preservar, recuperar rios e seus afluentes, requer múltiplas ações de todos. Quando se diz todos, quer d...
Tenho aprendido
Artigos, Colunas

Tenho aprendido

Confira a coluna semanal de Robson Sombrio Tenho aprendido muito com meus filhos, tenho visto que são sensíveis demais. Heitor é muito querido, está mostrando o quanto é sensível. Tem um provérbio chinês que diz: As lágrimas derramadas são amargas, mas mais amargas ainda são as que não se derramam. Heitor transporta amor, alegria e também se mostra muito tímido. E justamente por ter tanta alegria e força dentro de si, chora com facilidade, se transforma em lágrimas. Eu falei para um conhecido meu que na próxima encarnação não quero e não pretendo ser canceriano (sentimental demais), mas percebo que Heitor virginiano também é sentimental. Não que eu pense ou ache que sigo à risca a astrologia, mas confesso que acho no mínimo interessante. Penso que é preciso clarear os olhos limpar ...
O caos da pandemia como catalisador de sonhos
Colunas, Artigos

O caos da pandemia como catalisador de sonhos

Artigo de Yan Teixeira teixeira.yannn@gmail.com Era manhã de quarta-feira. Confesso que até a noite anterior não compreendia um centésimo do que era a conjuntura que se espalhava pelo mundo. Uma pandemia global. Até aquele momento, parece que a situação em si não conquistava a minha atenção o suficiente para sentar, refletir e ver o impacto real disso tudo. Comecei o dia esperando o Uber chegar olhando para aquela cena incomum das ruas desertas na cidade. Eis que de longe vem vindo um carro solitário com a placa a qual o aplicativo já tinha me avisado que viria me buscar. Entrei no carro e um álcool em gel foi empurrado em minha direção, antes mesmo de ver o rosto do motorista. Depois de passar o venerável produto do momento, sentei e olhei pro motorista. O mesmo, estava ...
Rafael uma lição que fica
Colunas, Artigos, Robson Kindermann

Rafael uma lição que fica

A crônica semanal do psicólogo Robson Sombrio Era e vai continuar sendo um cara legal, engraçado, divertido e pra frente, muito positivo é uma espiritualidade aguçada. Você deve estar se perguntando de quem estou escrevendo – Rafael, o “Maradona”, simplesmente se despede em um sábado à noite de todos nós. Foram dias tensos em que nós ficamos aqui apoiando à distância. Foi comovente saber da sua força para viver, da sua despedida. A vulnerabilidade da vida trouxe mais significado a nossa amizade e estreitou os laços. Muita gente gosta de você, Rafael. A amizade nos faz acreditar que ainda vale a pena viver, mesmo que o tempo cronológico vai passando. Uma parte de nós ainda vive as emoções. Quem era você? Brincalhão, mas também muito responsável. Quantas fotos nas redes sociais, quan...
Pandemia: Apocalipse Now…
Artigos, Colunas

Pandemia: Apocalipse Now…

Uma crônica de Luno Volpato* Qualquer título se pulveriza em face da expectativa caótica que o futuro sugere. O Coronavírus, inimigo comum, alastra-se sem freios e ataca a sociedade como um todo. Cruel, devastador, letal! Seus tentáculos se insinuam por caminhos inimagináveis. Dissimulado, sem aviso prévio, vai se esgueirando sorrateiramente por todas as esferas. Ninguém o paralisa. Poliglota, não respeita fronteiras, classe social, gênero, sexo, idade... Tempos difíceis! As maiores economias do mundo acenam, pedindo socorro. A retórica fácil e populista não tem o condão de barrar o ciclo de horror que a natureza impõe. Surge como um tsunami ceifando histórias, sonhos e vidas. Muitas vidas... Pandemônio!!! Por imprevisível encontrou as estruturas despreparadas e atônitas. ...
Laura, minha sobrinha
Colunas, Artigos, Robson Kindermann

Laura, minha sobrinha

Artigo semanal de Robson K. Sombrio Laura, minha sobrinha, essa semana quem está de aniversário é você. Então, o que eu quero dizer é que a vida é uma jornada que começa quando nascemos e “acaba” quando morremos. O que importa mesmo é o que acontece no meio. Lembro quando você nasceu, lembro quando você, pequenina, dormiu lá em casa, lembro da Lívia indo dormir na sua. Duas almas brincando juntos. Lembro dos sorrisos de vocês duas indo passear no parque, lembro da alegria de passear no shopping, lembro de você Laura quando íamos nós três passeando de bicicleta no Centro da cidade. Lívia na cadeira da frente você na cadeira de traz – lá íamos nós sorrindo pela cidade, lembro também que você não parava de falar. Ao contrário do que a gente pensa, a vida, ela começa, recomeça, inúm...
Folha do Vale | Braço do Norte