segunda-feira, novembro 30Diário online de Braço do Norte

Aline Patel Tramontin

Aventuras do Theo
Aline Patel Tramontin, Colunas

Aventuras do Theo

Coluna de Aline Patel Tramontin Em um dia qualquer desta semana, após um dia exaustivo de trabalho, saí do escritório do meu marido e fui direto para a escola do Theo. Peguei ele e fomos para casa. Ao chegar em casa, preparei um lanchinho, deixei ele à mesa e fui para o sofá. Selecionei no Netflix “O gambito da Rainha” e fiquei. Após terminar o lanche, Theo veio até mim, resmungou algo. Questionei se continuava com fome. Não era isso. Notei que o que ele queria era atenção. Eu não estava com forças nem disposição de encarar brincadeiras com ele. Insisti para que pegasse sozinho sua caixa de brinquedos, a qual fica em seu quarto e a trouxesse para sala. Passado algum tempo, ele não retornou. Chamei, não respondeu. Meu coração disparou, e aquele pensamento que dura um segundo me a...
Memórias de Natal
Aline Patel Tramontin, Colunas

Memórias de Natal

Coluna de Aline Patel Tramontin No tempo que era criança, sabia que o Natal estava próximo quando sentia o cheiro de bolacha na casa de minha avó. Momento que minha mãe e ela se reuniam logo de manhã cedo. A cozinha utilizada era a dos fundos da casa. Na mesa grande preparavam a massa. Abriam a massa com o rolo e utilizavam as mais variadas formas de fôrmas para cortá-la. Lembro de anjos, corações, bengalinhas, botas, flores e estrelas. No final da manhã eu chegava da escola e já havia bacias cheias dessas bolachas. Se eu fechar bem forte meus olhos posso ver a cena da correria: esticar a massa, cortar em formas, colocar nas fôrmas e depois forno. Entre as fornadas; muita atenção para não queimar! Sempre saía uma leva condenada… CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES ...
Uma decisão difícil
Aline Patel Tramontin, Colunas

Uma decisão difícil

Coluna de Aline Patel Tramontin A pandemia continua, porém, a escola que meu filho frequenta, com todo o cuidado que o momento exige, retornou às atividades nesta semana. Após todos esses meses junto dele bateu aquela insegurança/sentimento de culpa sobre a real necessidade de retornar. Será que vai chorar muito?; não seria melhor ficar com ele até o final do ano?; agora que tenho a oportunidade de ficar com ele, será certo enviar à escolinha; não estarei eu desencadeando um sentimento de abandono? CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Então, de novo mãe!
Aline Patel Tramontin, Colunas

Então, de novo mãe!

Coluna de Aline Patel Tramontin Com a chegada do quinto mês, ou 17 semanas, tudo tem se amenizado. Desde minha ansiedade inicial que acarretou uma fome desenfreada, até aquele enjoo ao tomar água. É incrível como a energia que estava desaparecida voltou. E o momento que eu tanto aguardava aconteceu, minha obstetra autorizou o retorno às atividades físicas. Devido aos sangramentos iniciais, eu estava impedida.A diferença com a primeira gestação é enorme. Impossível não comparar as duas. A primeira eu era mais nova, tinha mais disposição, tudo era novidade. Esta segunda tem começo turbulento – intercorrências do DIU. Início com quilinhos a mais e impedida de praticar qualquer exercício. Com relutância aceito que grávida engorda, enjoa, incha, perde o sono, chora, fica de mau humor, fica ...
Por que eu trabalho?
Aline Patel Tramontin, Colunas

Por que eu trabalho?

Coluna de Aline Patel Tramontin Durante a pandemia o órgão do governo para o qual trabalho, ao invés de parar totalmente, decidiu se adaptar e continuar as atividades de um modo um pouco diferente, em homeoffice. Trabalhar em casa, para mim, sempre pareceu um sonho, o emprego perfeito, mas depois de alguns meses nesta situação, tenho a dizer que não é bem assim. Pode ser a coisa mais incrível do mundo para quem não tem crianças ou passa o dia num escritório. Imagina que maravilhoso poder conciliar tudo?Trabalhar em casa é bom. Pijama o dia todo, pausa para uma caminhada pelo jardim, silêncio, cheiro de café, lanche na cozinha, tomar um banho relaxante no meio do expediente, fazer um alongamento, entre outras maravilhas. Porém, as escolas também estão fechadas, assim, adicione um ou mai...
(In)esperada!
Aline Patel Tramontin, Colunas

(In)esperada!

Esta quarentena começou com um projeto pessoal de organizar minha casa, de me alimentar melhor e não parar com os exercícios físicos. Em meados de abril, aceito o convite de minha irmã e vou almoçar na casa dos meus pais. Como havia certeza de não voltar a trabalhar tão cedo, resolvo ficar alguns dias. Estou até hoje.Aproveito o tempo com minha mãe e ingresso em um novo projeto: buscar os sabores da nossa família, receitas antigas. Fiz bolacha de Natal, cuca da bisa, bolos, receita de toucinho do céu, macarrão… com o passar das semanas o resultado veio na balança e parei tudo. Junto a isso começou um mal-estar, mas nada a preocupar, talvez tenha sido a quantidade de comida. E minha cabeça segue em busca do que fazer com o tempo a mais junto dos que amo…Programamos um passeio pela serra ga...
Qual sua prioridade?
Aline Patel Tramontin, Colunas

Qual sua prioridade?

Levantei. Fui tomar café da manhã. Como todos os dias, esta refeição é o momento onde aqui em casa conseguimos estar todos juntos. Momento em que estabelecemos conexão. Hoje, domingo, estou em Braço do Norte, residência de meus pais. A mesa está posta, temos frutas, ovos mexidos, torradas, a família está presente - sei que não é em todas as famílias que este horário coincidirá. Minha intenção, ao final, é demonstrar a importância de compartilhar momentos. Conhecer os filhos, observar comportamento.Ao terminar o café, o Henrique sai para brincar com Theo, e eu sento em frente ao computador em busca de um tema para o artigo desta semana. Lembro de uma palestra que há muito havia assistido. Faço uma busca no Youtube e a encontro. Em breves relatos, o professor Mário Sérgio Cortella expõe que...
Folha do Vale