segunda-feira, novembro 30Diário online de Braço do Norte

TURISMO BRASILEIRO

Coluna de Antenor Turazi

O setor do turismo brasileiro deixou de faturar R$ 41,6 bilhões desde o início da pandemia de Covid-19, considerando os meses de março a setembro. O montante representa uma queda de 44% no faturamento do setor em comparação ao mesmo período do ano passado. Os dados divulgados são da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio/SP). Em setembro, o faturamento das empresas do setor, R$ 8,6 bilhões, foi 37,6% menor do que o mesmo mês de 2019, o que significa uma retração de R$ 5,2 bilhões no faturamento. Esse é o pior resultado do turismo para setembro desde o início da série histórica, em 2011. Ao contrário de setores como o comércio e os serviços, em recuperação desde o início do segundo semestre do ano, o turismo não apresenta sinais de retomada. Até por isso a necessidade de uma expansão da oferta de crédito para as empresas do setor, principalmente por meio de ajuda de programas do governo, destaca a Fecomércio em nota. Segundo a entidade, a retração do turismo em setembro foi liderada pelo setor de transporte aéreo, que faturou 64,6% a menos do que no mesmo mês de 2019. A Fecomércio destaca que também caíram expressivamente, em setembro, os faturamentos dos agentes de hospedagem e alimentação, -37,3%, e de atividades culturais, esportivas e recreativas, -24,4%.

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale