domingo, março 7Diário online de Braço do Norte

Voto em trânsito: Prazo para requerimento termina nesta quinta-feira (23)

Para conseguir votar nessas condições, o eleitor precisa apenas apresentar um documento oficial com foto em qualquer cartório eleitoral e solicitar sua habilitação

Os eleitores que querem votar, mas estarão fora do seu domicílio eleitoral no período das eleições de outubro, têm até hoje, quinta-feira, 23 de agosto, para pedir autorização à Justiça Eleitoral para voto em trânsito.

O prazo para o requerimento começou em 17 de julho e termina nesta quinta, podendo ter validade tanto para o primeiro quanto para o segundo turno, ou ambos.

O voto em trânsito está previsto em leis, como o Código Eleitoral, Resolução do Tribunal Superior Eleitoral e no calendário eleitoral 2018, mas segue algumas restrições, segundo o coordenador de gestão do cadastro eleitoral do TRE/SC, Giovani Pacheco. “Essa habilitação apenas pode ser usada em capitais e municípios com mais de 100 mil eleitores. Outro limite tem relação com o alcance territorial”.

Pacheco também alerta que, se a pessoa estiver fora do estado onde tem domicílio eleitoral, o voto em trânsito vale apenas para a escolha do candidato à presidência da República. “No caso do deslocamento ser dentro da unidade da Federação em que vota, ele poderá escolher também governador, senador, deputado federal e deputado estadual”.

Para conseguir votar nessas condições, o eleitor precisa apenas apresentar um documento oficial com foto em qualquer cartório eleitoral e solicitar sua habilitação, indicando onde estará durante o pleito.

O voto em trânsito não é permitido em urnas instaladas em outros países. Entretanto, eleitores com título eleitoral cadastrado no exterior e que estiverem em trânsito no território brasileiro poderão votar para presidente da República.

O voto em trânsito só pode ser requerido pelas pessoas que estão com situação regular no Cadastro Eleitoral.

Se, no dia da votação, o eleitor tiver qualquer problema para comparecer à seção eleitoral definida pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) – que têm até hoje para atualizar os locais aptos – deverá justificar sua ausência.

Locais de votação em trânsito

De acordo com a Resolução-TSE nº 23.554/2017, cabe aos Tribunais Regionais Eleitorais divulgar em seus sites onde haverá voto em trânsito. As seções eleitorais destinadas á recepção do voto em trânsito deverão conter no mínimo 50 e no máximo 400 eleitores. Se o número de eleitores não atingir o mínimo previsto, o TRE agregará a seção eleitoral a outra mais próxima, visando garantir o exercício do voto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale