Veículo roubado de deputada gaúcha é recuperado em SC

Maria do Rosário (PT) teve seu carro blindado roubado em novembro em Porto Alegre.

Um veículo com registro de furto apreendido no começo do ano em Braço do Norte pela Polícia Militar Rodoviária é de propriedade da deputada federal pelo Rio Grande do Sul Maria do Rosário (PT). A parlamentar teve seu carro roubado em novembro. A relação entre as duas ocorrências foi descoberta e apurada pela reportagem da Folha do Vale.
O veículo em questão foi apreendido em 3 de janeiro, primeira sexta-feira do ano. Por volta das 23 horas, um Volkswagen Tiguan, de cor branca, efetuou fuga numa tentativa de abordagem no Posto da Polícia Militar Rodoviária de Gravatal. Guarnições da Polícia Militar de Gravatal, Braço do Norte e São Ludgero foram acionadas para efetuar o acompanhamento do carro, que, por fim, foi abordado no em Braço do Norte, no bairro Rio Bonito.
O motorista, de 29 anos, era natural de Tubarão. Ao verificar os documentos, a polícia constatou que o veículo havia sido “clonado” (quando se utiliza placas de outro automóvel com as mesmas características) e possuía registro de furto/roubo no Rio Grande do Sul.
Em 14 de novembro, a deputada Maria do Rosário teve seu carro – também um Tiguan branco – roubado em um assalto ocorrido no Centro de Porto Alegre. Por volta do meio-dia, um assessor da parlamentar foi rendido por dois assaltantes armados. Eles o levaram até a zona leste Capital gaúcha e, lá, foi liberado. A parlamentar não estava presente durante a ação criminosa.
Na ocasião, Maria do Rosário lamentou o ocorrido e publicou o seguinte comunicado: “Agradeço à polícia que mais uma vez se empenha em atender às vítimas. Lamentavelmente, é um episódio triste, mas comum. Também queria manifestar solidariedade a todas aquelas pessoas que passam por isso. Felizmente ninguém se machucou no nosso caso. Mas em muitos casos têm pessoas que perdem a vida. Mostra que a gente precisa valorizar a vida. Renovo minha convicção contra a disseminação de armas.”

Apuração do caso

A dedução de que os dois casos poderiam envolver o mesmo veículo foi obtida depois que informações extra-oficiais davam conta de que o veículo apreendido em Braço do Norte havia passado por um processo de blindagem. E o carro da deputada também era blindado.
Em contato com a assessoria da parlamentar no seu escritório de Porto Alegre, a reportagem da Folha do Vale obteve a confirmação de que, até aquele momento, o veículo roubado em novembro ainda não havia sido recuperado e que, devido às semelhanças, deveria tratar-se do mesmo automóvel.
Ao ser informada da possibilidade de seu carro ter sido encontrado em Braço do Norte, Maria do Rosário entrou em contato pessoalmente com a redação da Folha do Vale. Disse ser muito importante que recupere o veículo. “É meu único carro. Utilizado para a família, para o trabalho. Compramos ele usado, já blindado. E não fizemos seguro dele contra roubo ou furto, apenas para cobertura de terceiros em caso de acidente. Seguro de um carro blindado é muito caro. Apesar de atualmente ser parlamentar, não tenho tanto dinheiro. Sou professora”, contou.
“Acredito que se trata sim do meu veículo. Pelas fotos divulgadas pela polícia por ocasião da apreensão, da para notar também o mesmo interior claro. As portas são iguais. Na notícia também diz que foi encontrado um facão, e meu marido sempre andava com um facão no carro”, completou a deputada, ao destacar outras coincidências.

Investigação continua

A confirmação de que se tratava do mesmo automóvel ocorreu no final da tarde de quinta-feira, dia 9, quando a reportagem da Folha recebeu a informação de que investigadores da Polícia Civil de Braço Norte já estavam no caso e efetuando os primeiros procedimentos e contatos. A investigação deverá apurar o que aconteceu com o veículo depois que foi roubado em Porto Alegre, até o momento em que foi apreendido em Santa Catarina. A responsabilidade do homem que dirigia o Tiguan também será analisada.
“Também estamos encaminhando essa informação ao delegado da Polícia Civil do Rio Grande do Sul que investiga o meu caso. Espero poder de fato recuperar esse veículo em breve. Está nos fazendo falta”, finaliza a parlamentar.


Leave a Comment