sexta-feira, janeiro 22Diário online de Braço do Norte

Vai ou não?

Seguindo firme no tema eleições 2020! Nesta semana, as negociações estão mais intensas, devido aos prazos para a filiação partidária em 7 de abril, onde quem deseja ser candidato a algum cargo deve estar filiado no partido em que deseja concorrer. E também é o prazo de desincompatibilização. Por exemplo, secretários municipais devem deixar o posto se almejam alguma candidatura. Neste caso, em conversas informais, sei que até o momento o atual secretário de Administração, Léo Fuchter, permaneceria na função e não iria para a disputa. Mas, vale lembrar que Fuchter é vereador eleito e, caso retorne à Casa de Leis para uma eventual disputa, Adriano Becker deixa a cadeira. Léo vem conduzindo o cargo de secretário de maneira muito tranquila e não dá indícios de que disputaria uma vaga de vereador para 2021. Mas, se voltar à Câmara pode estar preparando sua candidatura a prefeito ou vice. Fato é que tudo muda a todo instante na política!

Vai!

Por sua vez, o secretário de Agricultura, Paulo Sérgio Lorenzetti, deve, sim, deixar o cargo para concorrer as eleições. Se isso acontecer, o Partido Liberal deve indicar um novo nome para a pasta, provavelmente alguém que já exerce um cargo na Prefeitura. A secretaria de Assistência Social, deixada por Valcemir Villani, até hoje não foi ocupada e está sob responsabilidade do secretário de Administração, Léo Fuchter. “Paulinho do Baschirotto”, como é conhecido, vai somar forças ao PL na corrida eleitoral, já que seu nome está bem fortalecido na cidade. Na minha opinião, neste momento, Paulinho tem tudo para ser o mais votado da sigla para vereador e tem se destacado como uma liderança no partido. Vale ressaltar que tanto Paulinho, quanto Valcemir Villani e Benício Warmeling, estão cotados para assumir o posto de candidatos a vice-prefeito, em uma possível coligação majoritária entre MDB e PL.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale