sábado, janeiro 16Diário online de Braço do Norte

Torrado tenta candidatura na Justiça

No final da tarde da última sexta-feira, o vereador Celso Onei Martins, popular “Torrado”, ingressou com uma ação judicial de Mandado de Segurança buscando garantir sua participação na eleição da Cerbranorte (Distribuição), para qual deseja concorrer à presidência.

O edital do pleito eleitoral da cooperativa foi lançado em 28 de fevereiro, designando a eleição para o dia 30 de maio. Logo depois a publicação do edital, na última segunda-feira, para se dedicar à campanha à eleição da cooperativa, renunciou à presidência da Câmara Municipal de Braço do Norte. Para sua surpresa, no dia seguinte, 3 de março, descobriu que havia uma fatura de consumo de energia vencida referente a competência de janeiro. O Estatuto da Cerbranorte, no seu artigo 17, é claro no sentido de que não pode votar e nem ser votado aquele que estiver inadimplente com a cooperativa.

Torrado busca mitigar na Justiça tal exigência, a qual lhe retira a possibilidade de registrar candidatura. O processo já está concluso no gabinete do juiz da Primeira Vara Cível, Lírio Hoffmann Júnior, o qual pode, a qualquer momento, dar ou não liminar, ou, ainda, julgar antecipadamente o processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale