Terceiro Ano de Administração

No terceiro ano de mandato da atual administração municipal, comandada pelo prefeito Salésio Wiemes (PT) e Afonso Kulkamp (Progressista), foi uma mistura de elogios e críticas. O que, até certo ponto, pode se considerar dentro da normalidade para um município como Santa Rosa de Lima, onde questões políticas partidárias são muito influentes na “opinião” sobre aprovação ou reprovação de uma determinada administração. Tirando alguns pontos cruciais, de certa “teimosia” por parte dos atuais administradores, cito aqui os pontos em querer bancar secretários em suas pastas, quando era evidente e necessária a troca, o episódio da novela sobre a sessão de uso de um terreno de área escolar que ainda não teve um fim, justamente por causa da dita “teimosia”, e o inchaço com contratações de servidores públicos, onerando ainda mais o gasto com pessoal e dificultando, cada vez mais, os investimentos em outras áreas, se pode fazer uma balanço positivo de 2019, onde, de maneira geral, o município teve importantes avanços. A atual administração, que tem a tendência de ir buscar a reeleição, terá nos primeiros meses de 2020 o momento de ainda mostrar, através de atos e fatos, que é merecedora de que seja renovado o voto de confiança nos atuais administradores.

Câmara de Vereadores

No Legislativo municipal, comandado neste ano de 2019 pelo vereador Claudiomir Mendes, o “Buneco” (MDB), pode-se fazer também um balanço positivo. Um ano em que, por mais que existe os interesses políticos partidários em jogo, e com o fato de a oposição ser maioria na Câmara Municipal, em algumas oportunidades o “clima esquenta”, mas a condução dos trabalhos foi levada de maneira coerente pelo presidente da casa. Fator importante da participação do Legislativo foi no episódio envolvendo a sessão de uso do terreno de área escolar, o qual alguns dos vereadores que já haviam aprovado uma determinada lei, foram humildes em reconhecer o equívoco e, junto com uma comissão de pais e professores, estão até hoje buscando resolver este fato a favor da educação santarosalimense. A partir desta discussão, também está sendo elaborada, numa parceria entre os vereadores e membros da comissão de pais e professores, um importante projeto de lei que visa regulamentar as concessões de terrenos públicos para a iniciativa privada no município de Santa Rosa de Lima. O projeto de lei deve ir a plenário no próximo ano. Para 2020, os trabalhos serão conduzidos pelo Vereador Bertilo Vandresen, o “Tilico” (PSDB), que terá a missão de, como presidente, conseguir fazer com que, num ano de disputadas eleitorais, as questões políticas partidárias não sejam o fato mais importante discutido na casa legislativa, e sim buscar fazer um trabalho em conjunto com o Executivo, para que se possa avançar e votar importantes projetos para o desenvolvimento do município.

O que esperar para 2020?

Os santarosalimenses esperam com grande expectativa a chegada de 2020, onde o município através de seu povo trabalhador e de ótimas iniciativas empreendedoras, de um potencial turístico elevado, mais que ainda necessita ser muito melhor lapidado, possa continuar buscando o desenvolvimento deste pequeno município das Encostas da Serra Geral. As importantes parcerias firmadas entre poder público e iniciativas privadas que vem dando importantes resultados no município devem permanecerem e serem cada vez mais incentivadas e apoiadas. Um ano de 2020 em que teremos disputas eleitorais, que fazem parte da democracia. Disputas que devem ser feitas com responsabilidade buscando o melhor para a Capital da Agroecologia, sempre pensando em buscar a construir a união em favor do bem comum de nosso povo. Um feliz 2020 a todos!


Leave a Comment