segunda-feira, janeiro 25Diário online de Braço do Norte
Fernando Freitas | fernando@folhadovale.com.br

R$ 1 milhão

Coluna de Fernando Freitas

O prefeito de Braço do Norte, Beto Kuerten Marcelino recebeu na manhã de terça-feira, 22 de dezembro, os vereadores para a devolução de R$ 1 milhão. O recurso é proveniente de economias realizadas pela Casa Legislativa. Uma parte será destinada à aquisição de uma viatura para a Polícia Militar de Braço do Norte e à pavimentação da Rua Lauro Mates, no Rio Bonito, confirme anunciado na Folha do Vale semana passada. O restante será aplicado nas responsabilidades diárias da gestão. A entrega ocorreu no gabinete do prefeito e contou com a presença da presidente do Legislativo, Soraya Michels Richter, do vereador Israel de Souza, do vereador Jacinto Orben Perin, da vereadora Maria da Silva Kulkamp e dos servidores Ademir Steinbach Borba e Adriana Borghezan Croceta.

Em números

Na edição passada falei que não sabia, ao certo, o valor exato que está disponível na conta da Cerbranorte Geradora. A minha expectativa era que fosse algo próximo de R$ 30 milhões, já que, desde 2017, quando iniciou a geração, a destinação deste valor está somente voltada às contribuições sociais, que foram, até o momento, de pouco mais de R$ 4 milhões. Eis que, essa semana, se descortinou os números. Em coletiva de imprensa, foi anunciado que, em 2018, as sobras foram de R$ 4,333 milhões, em 2019, R$ 5,533 milhões e este ano pouco mais de R$ 3,5 milhões já estão depositados em caixa. Porém, dos pouco mais de R$ 13 milhões disponíveis, a destinação dos valores das sobras do exercício de 2018 está toda comprometida com a instalação de um novo gerador na hidrelétrica, orçado em R$ 1,8 milhão, e com os repasses aos hospitais e entidades, outros R$ 2,2 milhões. Estarão em discussão nas próximas assembleias da Geradora a destinação somente das sobras de 2018 e do ano de 2019 que, juntas, não chegarão a R$ 6 milhões.

Você decide

A coletiva de imprensa teve como um dos principais motivos mostrar à imprensa a necessidade da Cerbranorte planejar o seu futuro. Deve ser avaliada pelo associado a construção de uma linha de distribuição de 33 quilômetros entre Treze de Maio e Braço do Norte em parceria com a Cegero, avaliada de R$ 60 milhões, bem como a ampliação da subestação do bairro Bela Vista. Essas obras garantirão mais segurança de fornecimento e uma economia de R$ 3,6 milhões ao ano no preço pago pela transmissão da energia. Resumindo: se o dinheiro disponível da Geradora, quase R$ 6 milhões, for destinado à construção da nova ala do Hospital Santa Teresinha, a Cerbranorte terá que financiar a rede e o novo transformador.

Licitado

Além da implantação do estacionamento rotativo, o trânsito de Braço do Norte voltará a ter semáforos em suas ruas. A licitação dos espaços já foi realizada e a empresa que ganhou a concessão poderá explorar comercialmente os sinais, expondo propaganda. A volta dos semáforos divide opinião. Enquanto alguns motoristas gostaram das sinaleiras desligadas, outros dizem que, sem elas, o trânsito ficou mais “nervoso”.

FECHADA

A Cerbranorte estará com seu atendimento comercial fechado nesta quinta-feira, 24, e na próxima quinta, 31 de dezembro, véspera de Natal e Ano Novo. O plantão funcionará normalmente.

Custos de produção

Os custos mensais de produção de suínos, calculados pela Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa subiram pelo quinto mês consecutivo. Em novembro, o ICPSuíno chegou aos 387,07 pontos, +9,67% em relação a outubro, e estabelecendo um novo recorde nominal para o índice. A alta foi puxada, novamente, pelos gastos com a nutrição dos animais (que aumentaram 9,44% em outubro e 45,23% em 2020). No ano, o custo geral de produção de suínos já subiu 50,35% e, nos últimos 12 meses, 53,61%. O custo por quilo vivo de suíno produzido em sistema de ciclo completo em Santa Catarina aumentou mais R$ 0,60 nos últimos 30 dias, passando dos R$ 6,17 em outubro para R$ 6,77 em novembro. Os estados de Santa Catarina e Paraná são usados como referência nos cálculos por serem os maiores produtores nacionais de suínos e de frangos de corte, respectivamente.

Ler é bom

Esta semana a Folha do Vale ganhou uma assinante ilustre. Adelina Biancato Alberton, 83 anos, nasceu em Barracão, Orleans. Casou com Raphael Valentim Alberton em 1964 e foi morar em Linha Antunes Braga, em Grão-Pará, onde trabalhou como agricultora e viveu até janeiro de 2020, quando veio morar com familiares em Termas do Gravatal. Teve sete filhos e sempre gostou de ler e ouvir notícias e entrevistas nas rádios.

Infelizmente, hoje ela está em tratamento para conter o Alzheimer. O tratamento adequado que inclui “leituras”, está permitindo que consiga ainda lembrar o nome de todos os filhos, alguns acontecimentos e contar muitos fatos de sua infância. Os filhos sabem que a doença tende a agravar-se a ponto de não contar mais com as memórias. Mas, enquanto puderem adiar esse momento, estão o fazendo. “As notícias que dona Adelina lê na Folha ajudam a conectar com fatos recentes que sejam externos a vida familiar. Especialmente agora, que precisamos protege-la em casa”, garante a filha, Luzia Biancato Alberton.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale