sábado, janeiro 16Diário online de Braço do Norte

Prefeito e secretários reduzem 20% o salário. Vereador quer o mesmo na Câmara

“Momento de sacrifício, união e respeito”, diz o prefeito Beto Marcelino.

Um Projeto de Lei do Executivo Municipal da entrada na Câmara de Vereadores nesta segunda-feira, 6 de abril, solicitando o corte de 20% nos salários do prefeito, vice, chefia de gabinete e dos agentes políticos municipais (secretários), com exceção do Secretário da Saúde. A economia será direcionada para os fundos de Saúde e Assistência Social no combate ao Covid-19.

A redução, segundo o projeto, será válida para os meses de abril e maio. Na prática o conjunto dos cortes não ultrapassam os R$ 20 mil por mês. “Mas, mostra que a Administração está cortando na própria carne e também, muito preocupada, com a situação da saúde e o auxílio aos mais necessitados”, defendeu o prefeito em vídeo pelas redes sociais. “É um momento de sacrifício, união e respeito”, diz o prefeito Beto.

Projeto semelhante pede corte para os vereadores

Já na Câmara de Vereadores, projeto semelhante foi proposto pelo vereador Rafael Borgert. “Estou propondo, nesta tarde, a exemplo do que fez o prefeito Beto na Prefeitura, a redução dos salários (20%) dos vereadores. A medida será por 60 dias, em respeito à população, que também faz um grande sacrifício”, enfatiza o edil. “Vamos solicitar aos vereadores que o recurso economizado seja encaminhado para a Prefeitura utilizar no combate ao Covid-19”, acrescenta. A Câmara já destinou, em março, R$ 200 mil para o Hospital Santa Teresinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale