quinta-feira, janeiro 28Diário online de Braço do Norte

Praça da Família

Coluna de Fernando Freitas

Está batido o martelo. Segundo o prefeito Beto Marcelino (PSD), o palco multiuso que levará o nome do empresário artístico Djalma Marcelino. Será instalado na Praça da Família. Além das manifestações pela internet, o próprio prefeito foi instado a edificar o projeto no Bairro Nossa Senhora de Fátima, ao lado do ginásio municipal. Para construir o palco, o município recebeu R$ 250 mil de emenda parlamentar do ex-deputado João Rodrigues. O projeto, com cerca de 200 m2, foi projetado pelos engenheiros da Amurel. A dúvida estava entre a Praça e o Parque de Exposições, na Uruguaia. Entre os pedidos para que a Praça da Família fosse o local escolhido, estava o do novo presidente da Academia Braçonortense de Letras, Dagmar Mafei.

Em Gravatal

Enquanto MDB divide opiniões e trava disputas internas, Rudnei Carlos do Amaral, o popular “Nei”, se auto afirma candidato mesmo tendo problemas com a Justiça Eleitoral. É eminente a divisão do partido em pelo menos dois grupos.
O mesmo acontece com o PSB, mesmo tendo sua candidatura ligada ao PP, há uma acentuada disputa interna e grande discordância entre seus líderes, Jucemar Zanelato, presidente do partido, e Clóvis Silva, que não admite outro nome que não seja o seu próprio, além de discordar concorrer ao lado do PP que, por sua vez, aposta em um nome ainda não testado na política.
Clei Rodrigues foi o escolhido do PP por sua experiência e estudos na área de gestão administrativa no setor público que, embora novo, tem por traz todos os nomes tradicionais do partido, inclusive os vereadores que lideraram o levante que acabou com a cassação do prefeito Edvaldo Bez de Oliveira.
O atual prefeito, vice eleito pelo MDB, Wanderlei Marega assumiu a prefeitura com a cassação e foi “convidado” a se retirar do seu antigo partido. Se colocou à disposição do PSC para tentar se manter na Prefeitura. Seu principal discurso é que, mesmo sendo vice e secretário de finanças na gestão de “Vardo”, desaprova as decisões do ex-prefeito.
Pelo PSL trabalha no nome lançado em agosto de 2019, Zezé Vieira. Pretendido por quase todos os partidos, é apontado como bom nome para vice. O que não está bem certo é se Zezé apoia ou não as decisões do governador do Estado, já que Carlos Moisés está com sua popularidade baixa e pertencem ao mesmo partido.
Pelo PT, todas as atenções estavam voltadas para Fabrício Lorenzetti, mas, recentemente, em suas redes sociais, o já conhecido no meio político, Constantino Rodrigues de Freitas, “Consta”, publicou sua pretensão em concorrer.Resta saber se o rumo do partido será tal qual dos citados inicialmente e se haverá disputa e desunião entre ambos os pré-candidatos.

Será que será?

Colega de trabalho Ezequiel Philippi foi convidado a ser candidato a vereador pelo PSD em Braço do Norte. Promete dar resposta até a próxima segunda-feira se coloca seu nome na lista de pré-candidatos. Outro colunista e parceiro da Folha do Vale, Michell Sombrio, ainda não definiu se será ou não candidato pelo MDB. Dois jovens influentes e com vontade de trabalhar.

Educação

A confirmação de que a professora Heloísa Heidemann Wiggers, que atuou como diretora da Escola Municipal José Boeing, colocou seu nome à disposição do PSD e é pré-candidata a vereadora, deixa a comunidade escolar e os moradores, de uma forma em geral, felizes. Heloísa, que foi eleita destaque na educação na pesquisa Top de Mídia deste ano, tem um trabalho voluntário forte em Rio Fortuna, estando envolvida em diversas atividades, não somente no campo escolar. Se eleita, irá somar para a cultura e para a educação.

Pessoas do bem

Ele foi por muitos anos diretor do Notisul. Entre 95 e 96, meu patrão! Nazareno Schmoeller Souza resolveu no ano passado encerrar o Notisul impresso e com isso puxar o freio de mão e aliviar um pouco após 34 anos no meio jornalístico. Escolheu Gravatal para morar. Um sítio na localidade de São Miguel, para quem sobe em direção a Pedra do Índio, uma das principais atrações naturais da cidade.
Este mês inovou. Pôs em teste a honestidade das dezenas de caminhantes e ciclistas que sobem a trilha. Improvisou uma bancada, instalou um guarda sol e expos ali bananas, limão e minissuculentas. Cada um que passa ali pode se servir e pagar, depositando em uma caixinha o valor sugerido para cada produto.
A experiência chamou a atenção do farmacêutico Clei Rodrigues, de Gravatal, no último domingo, quando subiu a trilha para caminhar. Fotografou e, através das redes sociais, enalteceu a atitude do morador. Disse que é um exemplo de cidadania. Lembrou que é de pessoas com este espírito que Gravatal precisa cada vez mais.
Nazareno, apesar do pouco tempo residindo no local, já transformou toda a região. Metros e metros antes de chegar a sua casa, plantou vários tipos de flores, para garantir que independente da estação, o trajeto esteja todo florido. Vale a pena conhecer o local.

Programa

Todas as terças e quintas-feiras apresento ao vivo, às 19 horas, pelas três plataformas, Facebook, YouTube e Instagram, uma entrevista com convidados de nossa região. O programa que leva o meu nome é um bate papo descontraído no começo da noite. Na próxima terça-feira, nosso entrevistado é o deputado estadual Volnei Weber e, na quinta, o cirurgião dentista Marcello Alberton. Convido você a assistir.

Candidatos

Pelas contas dos partidos, provavelmente, Braço do Norte terá cerca de 70 candidatos a vereador. Eles disputam os votos dos 24.086 eleitores aptos a votarem e elegerão os novos 11 representantes do Legislativo. No vestibular das urnas, será uma vaga para cada 6,3 candidatos. Aliás, o município terá exatos 1.250 eleitores a mais que em 2016. Naquele pleito eram 22.836.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale