terça-feira, janeiro 26Diário online de Braço do Norte

Ponte em SL não ficará pronta até o fim do ano

Deslocamento de placa faz com que construção da segunda ponte e acessos sejam concluídas somente em 2019

Os munícipes e visitantes de São Ludgero terão que esperar mais alguns meses para a inauguração da segunda ponte, no centro da cidade. Um deslocamento de alguns centímetros ocorrido na placa que compõe a pista de rolamento do primeiro bloco, na Margem Direita do rio Braço do Norte, ocorrido poucos dias após a última concretagem realizada no mês de novembro, fez com que as obras da construção da segunda ponte e acessos sejam concluídas somente em 2019. Por iniciativa da Administração Municipal de São Ludgero duas reuniões já foram realizadas com as empresas projetista, executora e fiscalizadora no sentido de cobrar um plano de ação para reposicionamento ao local de origem da placa, bem como dar continuidade a obra que está na fase final de execução.

Após constatar o deslocamento, uma ação emergencial foi realizada para estabilização da mesma, com êxito. Logo em seguida, ainda durante o tempo de cura da última etapa da concretagem, no mês de novembro, foi realizada uma reunião entre a Administração Municipal e as empresas Geovias Engenharia Ltda., responsável pela elaboração do projeto e modificações, Fraga Construções e Engenharia Ltda., responsável pela execução, e Dandolini Engenharia Ltda., responsável pela fiscalização da obra, com a finalidade de identificar a falha ocorrida, se houve dano na estrutura e a elaboração de um plano de ação para que o reposicionamento aconteça e a obra seja concluída. Os técnicos, após vistoria, constataram que não houve nenhum dano na estrutura da ponte em construção, desta forma, o representante da empresa Geovias, Juliano Wolschick, assumiu o compromisso de realizar um plano de ação, o qual foi entregue no dia 05 de dezembro, repassado para a empresa Fraga, a qual fez algumas ponderações no que se refere a uma maior segurança na ação de reposicionamento da placa. As ponderações foram remetidas a Geovias no dia 17 de dezembro, segunda-feira, para as devidas análises e ajustes a serem feitos pelo projetista responsável.

“Na minha visão ficou claro que existiu uma falha quando ocorreu o ajuste do projeto”, diz o prefeito

Sobre o ocorrido o prefeito Ibaneis Lembeck, o Iba, é objetivo em dizer que o foco da Administração Municipal neste momento é dar o encaminhamento necessário para que a obra seja finalizada. “Devido ao deslocamento, infelizmente, tivemos que pedir aditivo de prazo para concluir a obra até dia 30 de março. Nosso objetivo é executar o reposicionamento e finalizar a obra”, ressalta. Ele completa dizendo que as providências cabíveis serão tomadas em relação ao prejuízo causado. “Na minha visão ficou claro que existiu uma falha quando ocorreu o ajuste do projeto que resultou no aumento na altura da ponte, atendendo a recomendação dos técnicos da Associação de Municípios da Região de Laguna (Amurel). Nesse sentindo será tomada as devidas providências”, pontuou.

A Fraga Construções e Engenharia Ltda. acordou com a Administração Municipal de São Ludgero, que se o plano de ação estiver concluído, rapidamente, após o período de férias coletivas dos funcionários, os trabalhos retornam no dia 07 de janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale