sexta-feira, janeiro 15Diário online de Braço do Norte

Palco multiuso Djalma Marcelino

Coluna de Fernando Freitas

Recursos para a construção de um palco multiuso, cerca de R$ 250 mil, oriundos de emenda do ex-deputado João Rodrigues (PSD), estão garantidos. Assegura o chefe de Gabinete da Prefeitura de Braço do Norte, Ramon Beza. Segundo ele, o palco terá aproximadamente 200 metros quadrados de área coberta, dois camarins e banheiros. Por sugestão do vice-prefeito Ronaldo Fornazza (PP), o local, depois de aprovado pelos vereadores, deverá receber o nome do empresário Djalma Marcelino, falecido este ano por Covid-19. A Prefeitura deve anunciar na próxima semana a localização. Está em dúvida entre a Praça da Família e o Centro de Exposições Huberto Oenning. Qual a sua sugestão?

3 em 1

Não é segredo para ninguém que a oposição ao prefeito Beto Marcelino (PSD) deve estar unida para o próximo pleito municipal. Seria, desta forma, a única maneira de ter forças para buscar vencer. Sabe que dividida seria praticamente impossível.
Então, como acomodar quatro partidos em duas vagas (prefeito e vice?). A solução seria o acordo de envolver três eleições. O que se sabe, até o momento, é que o PSL indicaria Emerson Fernandes, o “Mano”, e o PL, Ricardo Medeiros, atual presidente da Câmara. Eles dividiriam os cargos majoritários desta eleição. Contariam com o apoio, irrestrito, do MDB, do ex-prefeito Ademir Matos e do PSDB, da vereadora Soraya Michels, que não disputariam a prefeitura, em troca do apoio à presidência da Cerbranorte. Por isso o silêncio destes dois partidos nos últimos dias.
A terceira eleição seria para deputado estadual em 2022. Neste quesito, o apoio do grupo seria, novamente, para Soraya Michels, que não esconde o anseio desta disputa. Cargo que já se colocou à disposição do partido em 2018.
A possível realização da eleição da Cerbranorte ainda este ano, antes do pleito municipal, une ainda mais o grupo. Tornaria mais explícito este comprometimento e de que lado cada um está neste momento. Seria um paradigma para Mano e Ricardo, que no pleito suspenso da Cerbranorte eram fieis apoiadores da Chapa 2, quem tem Mayco Niehues e Valneide Exterkoetter na cabeça.

Unidade

A Copobras/Incoplast inicia a construção da sua primeira unidade em Braço do Norte, 13ª unidade produtiva do grupo. Localizada no Bairro Santa Luzia, às margens da Rodovia SC-108, tem como curiosidade o fato da energia elétrica que serve a comunidade ser fornecida pela Cegero, mais barata que a Cerbranorte e o terreno, localizado em Braço do Norte, tem um imposto territorial mais barato que o de São Ludgero.

Ação

Iniciou nesta quarta-feira, pela recém empossada coordenadora da Defesa Civil de Braço do Norte, Maria Renata Schulz Dorpmuller, a “Renata do Taxi”, a limpeza e desassoreamento de córregos na área central da Cidade. Para evitar os alagamentos, realizará um cronograma periódico neste trabalho, além de fiscalizar estas ações que serão efetuadas pela da Secretaria de Infraestrutura. Diz que pretende mostrar à população que a Defesa Civil não é apenas um órgão para trabalhar quando catástrofes acontecem, e sim na prevenção, agindo antes. Na verdade, quer mostrar que ocupa o cargo não somente por indicação política, mas por capacidade. É o que ainda vai ter que provar.

Quem será?

Prefeito Márcio Borba Blasius e o ex-prefeito Amilton Ascari, o “Breca”, disputam dentro do PSD quem será indicado para concorrer a eleição municipal. “Marcinho”, que até o início do ano não tinha intenção de concorrer à reeleição, se assanha, depois de perceber melhora na aprovação da sua administração, com a entrega de obras e com seu protagonismo nas ações de combate ao Covid-19. Os dois foram vistos almoçando juntos na última segunda-feira em Braço do Norte. No cardápio a possível desistência de um deles para evitar divisões.

Desiste?

Ex-vereador Nivaldo Ricken, filiado ao PL, estaria estudando sua desistência de concorrer a vereador nesta eleição. Tudo porque acredita que a legenda perdeu força com a saída de Renata do Taxi. Não esconde seu desconforto. Considerava Renata uma puxadora de votos. Ao lado do Isaac Nazário, seria mais fácil somar os votos necessários para eleger ao menos um (fazer uma legenda). A saída de Renata, ainda diminui o número da proporcionalidade de candidatos homens, obrigatório pela lei de proporcionalidade. Ou seja, 30% para o sexo oposto.

Lá e aqui

Não é só em Rio Fortuna que a BCL Empreendimentos vem deixando a desejar. Em Braço do Norte, a empresa, que venceu a maioria das licitações para pavimentação asfática, não vem cumprindo o cronograma de trabalho que se comprometeu. Há comentários que o próprio prefeito Beto Marcelino teria chamado à responsabilidade a empresa, cobrando agilidade no término das obras iniciadas, sob pena de rescisão contratual. Tudo porque a empresa pegou mais trabalho, em toda a região, do que consegue dar conta. Assim, começa e não termina, deixando as administrações e moradores irritados.

MENINA CANTORA

Menina cantora e com nome de flor, é assim que se intitula a Lívia Rosa. A menina moça que já canta desde cedo em casamentos e festas com os pais vem se destacando no meio musical. Além de cantar, ela, que já faz aulas de teclado e violão, dá seus primeiros passos solos. Durante esse período de pandemia Lívia aproveitou a “moda” das lives para fazer também a sua, no início de agosto com a participação dos pais também cantores Evandro Rodrigues e Cândida Bez. Apresentando seus vídeos semanalmente no Instagram (@liviarosaoficial), vem caindo no gosto do público com seu jeito espontâneo de ser, a pouco tempo ela lançou seu canal no YouTube com o cover da música “Dia Especial”. Na noite de ontem Livía e seu pai Evandro participaram do nosso Programa apresentando seu show musical. Sucesso à menina cantora!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale