Novo coronavírus suspende eventos esportivos pelo mundo

Pandemia afetou quase 75% dos campeonatos estaduais em disputa no Brasil

Copa América e Eurocopa são adiadas para 2021 por causa do coronavírus

Eventos esportivos mundo afora estão sendo suspensos e cancelados devido a doença Covid-19, provocada pelo novo coronavírus. Federações de todos os esportes coletivos estão aderindo à guerra contra a pandemia diante do desconhecido vírus que está assombrando o mundo.

A Fórmula 1 também foi afetada. A Ferrari reagiu à pandemia de coronavírus e decidiu fechar as fábricas de Fórmula 1 e de carros de rua em Maranello, na Itália. O Norte daquele país é o local da Europa mais afetado pela propagação da doença, e os trabalhos estão suspensos pelo menos para as próximas duas semanas.

Durante esta semana, Conmebol e Uefa transferiram a Copa América e a Euro Copa para o ano que vem (2021). As partidas da Copa Libertadores da América e da Liga dos Campeões da Uefa também estão suspensas e sem datas para o seu retorno, assim como as rodadas das Eliminatórias da Copa do Mundo no Catar. No Brasil, a CBF suspendeu na terça-feira, 17, as competições nacionais de futebol em andamento em todo o país. A entidade  decidiu interromper por tempo indeterminado a Copa do Brasil, os campeonatos femininos A1 e A2, o Brasileiro Sub-17 e também a Copa do Brasil Sub-20.

A pandemia do novo coronavírus afetou quase 75% dos campeonatos estaduais em disputa no Brasil. Dos 27 torneios deste ano, 20 foram impactados de alguma forma pela doença, seja pela suspensão ou pelos jogos terem de ser disputados com os portões fechados. As sete competições que até agora permanecem sem alteração são de localidades com números baixos de registros da doença e também de pouca tradição futebolística, nas regiões Norte e Centro-Oeste do País.

No cenário atual, predomina a paralisação dos estaduais, inclusive com os principais campeonatos afetados. Os regionais mais valorizados do Brasil, como o Paulista, o Carioca, o Gaúcho e o Mineiro, estão entre as 11 competições suspensas. As medidas foram tomadas pelas federações locais como forma de conter a propagação do novo coronavírus e atenderam, inclusive, pedidos das próprias equipes e as recomendações da CBF.

Em sete estados do Brasil, os campeonatos regionais vão continuar sem nenhuma intercorrência. No Acre, Amazonas, Espírito Santo, Mato Grosso, Rondônia, Roraima e Tocantins, o calendário prevê a manutenção das partidas, inclusive com a presença de torcedores. Em Santa Catarina, a suspensão temporária do Campeonato Catarinense, em todas as suas divisões, estabelece a necessidade de novas ações visando o equacionamento do problema pela absoluta falta de datas no calendário no futebol brasileiro. “Paramos momentaneamente o campeonato, mas administrativamente não podemos parar”, disse o presidente Angelotti ao justificar a ida do seu Diretor de Competições à sede da CBF.


Leave a Comment