Nota da “discórdia” em Gravatal

Na história recente de Gravatal, uma nota publicada no jornal não causava tanto efeito quanto a “Interino?”, publicada no Voo do Mosca na útima sexta-feira, 28 de fevereiro. Eis o teor dela: “O prefeito de Gravatal, Wanderlei Marega (MDB), diz que irá convidar o presidente da Câmara de Vereadores, Adilson Rafael Mendes, o “Soca” (PP), para assumir interinamente a Prefeitura por alguns dias. O prefeito disse que fará o gesto em reconhecimento à aprovação pela Câmara de Vereadores do Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento (Finisa) no valor de R$ 5 milhões, que está na pauta da Casa para ser voltado pelos edis. Como Marega assumiu a vaga de Edevaldo Bez de Oliveira (MDB), cassado pela Câmara de Vereadores, o sucessor direto é o presidente do Legislativo”.
A nota, por si só, é auto explicativa, porém, cada um interpretou de uma forma. O diretor e editor da Folha do Vale, Fernando Freitas, chegou a receber a ligação do prefeito, defendendo que não era bem assim o que tinha falado nas ruas e que já tinha até tirado o projeto da Câmara. Já o presidente da Câmara pediu uma retratação. Soca chegou a enviar um ofício (foto), exigindo a publicação da Nota de Esclarecimento.

Presidente “interino”?

O ex-prefeito Evanísio Uliano (PP) declarou ao radialista Alcir Silva, na manhã de quinta-feira, que sua banca de advogados estuda o edital da Cerbranorte para lançar sua candidatura a presidente da cooperativa. “Vanio”, que por 14 anos foi presidente da Cerbranorte, deixou a entidade para ser candidato a prefeito. Ao encerrar o mandato no Executivo, teve as contas reprovadas pelo Legislativo, por recomendação do Tribunal de Contas do Estado, o que lhe impede, até o momento de se candidatar. O novo edital, para as eleições de maio, estaria omitindo a exigência desta comprovação. Vânio declarou que, se eleito, será um presidente “interino”. O radialista, intrigado com a declaração pediu para Vânio repetir a frase. Ele disse que seria um presidente “interino”, ou seja, que ia ficar o tempo todo na presidência. Não iria contratar nenhum gerente para administrar. Vânio, certamente, queria dizer integral. Interino significa passageiro, provisório.

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES


Leave a Comment