Morador de Tubarão identificado como autor de fake news

Um morador de Tubarão com 46 anos de idade é apontado pela Polícia Civil de Santa Catarina como o autor da fake news que garantia que a morte de Aislan Crozeta Corrêa, de São Ludgero, teria sido por outras razões, não do Covid-19. O material viralizou no último fim de semana pela internet.

Man is holding smartphone and reading fake news on internet. Propaganda, disinformation and hoax concept.

O jovem, de 32 anos, faleceu na madrugada de sábado no Hospital São Donato, em Içara. Poucas horas depois começaram a circular diversos áudios de pessoas questionando sua causa morte. Um destes áudios ganhou grande repercussão da região Sul do Estado. A Prefeitura de São Ludgero chegou a emitir um comunicado desmentindo o fato. A Polícia tomou conhecimento dos fatos através dos compartilhamentos de whatsapp e iniciou a investigação. Na manhã desta quarta-feira o homem foi identificado.

A polícia não divulgou o nome do autor. Ele deve ser ouvido nos próximos dias na Delegacia de Polícia, para que então se tome uma decisão de instaurar ou não procedimento criminal contra ele. O acusado chegou a gravar um outro áudio em que admitia ter repassado as informações, segundo ele de forma equivocada.


Leave a Comment