Colunista | [email protected]

MEI

Esta semana, a notícia de exclusão de algumas categorias profissionais como MEI (Microempreendedor individual) caiu como uma bomba no setor econômico. Houve reação de diversas entidades, parlamentares e, inclusive, do próprio presidente Jair Bolsonaro. A medida tinha sido formulada pela Secretaria Especial da Receita e teria validade a partir de 2020, mas com a articulação de diversas forças, o presidente determinou sua revogação. A maioria das atividades excluídas seriam no setor cultural. Ao todo 17 atividades estariam fora do programa que dá a oportunidade do empreendedor poder faturar até R$ 81 mil por ano e pagar seus impostos de forma bem diferenciada. As mudanças para algumas categorias acontecerão, mas apenas em 2021. A Secretaria Executiva do Simples Nacional informou que irá revisar as 500 atividades que estão incluídas no MEI de acordo com seu dinamismo econômico e os resultados que elas geram.

Bônus Natalino

Final de ano as empresas costumam presentear seus colaboradores. Cestas de produtos, bebidas, chocolate, até dinheiro como bônus, algumas costumam oferecer. É um tipo de agradecimento pelos serviços prestados a empresa e por fazer parte da equipe. Um empresário nos EUA elevou este conceito de gratidão. Após à empresa atingir um objetivo proposto por ele lá em 2005, o presidente da empresa St. John Properties, Edward St. John, anunciou na confraternização da “firma” que estaria liberando uma graninha extra. Dez milhões de Dólares para os funcionários. Cada um estava com um envelope na mão e dentro dele estava a quantia de US$ 50 mil dólare. Está rolando um vídeo na rede, e a reação dos colaboradores é emocionante.

CONTEÚDO EXCLUSIVO PARA ASSINANTES


Leave a Comment