sábado, janeiro 23Diário online de Braço do Norte

Medalhista com destaque internacional treina em BN

No ano de 2013, aos 14 anos, a braçonortense Valquíria Meurer já havia se decidido em dedicar a sua vida ao atletismo. Naquela ocasião, acabara de participar dos Jogos Sul-americanos Escolares, na cidade de Mar Del Plata, Argentina, e sagrara-se campeã na modalidade de Lançamento de Disco. “Foi a primeira vez que representei o meu país e, na premiação, me marcou muito ver a bandeira brasileira no lugar mais alto, uma sensação inexplicável”, lembra.
Desde então, Valquíria tem participado e se destacado em várias competições nacionais e internacionais. Na sua carreira, já acumulou 84 medalhas, sendo 61 de ouro, 18 de prata e cinco de bronze. Hoje, aos 21 anos e morando em São Paulo, sonha em participar de uma Olimpíada. Ela compete pela cidade de São Caetano do Sul, onde recebe uma bolsa de faculdade pelo esporte. A pandemia de Covid-19, porém, interrompeu temporariamente seus planos e, agora, de volta a Braço do Norte, busca manter a forma até que as competições oficiais voltem normalmente. E, neste momento difícil, tem contado com o apoio dos pais e a ajuda de profissionais para seguir em frente.
“Vim para a casa dos meus pais para continuar treinando. Aqui em Braço do Norte, estou recebendo um apoio muito grande da Academia Evolua, que ofereceu o espaço para treinar, afinal, meus treinos são de segunda a sábado, e todos os dias preciso da academia, além da parte técnica, que faço após o treino físico. Também conto com o apoio do Laboratório Prevital, da nutricionista Vanessa Gil, e da Ser Natural, são pessoas maravilhosas que apoiam o esporte, e agradeço muito a eles por toda a ajuda”, relata.
Valquíria conta que o atletismo entrou na sua vida por acaso. Em 2011, quando tinha 12 anos, morava com os pais na comunidade de Rio Amélia e estudava na Escola Municipal Adolfo Wiggers, no Bairro São José, quando foi convidada pelo professor Vitus Becker a participar de uma pequena competição. Acabou se destacando no Arremesso de Peso. “Ganhei de todas as meninas da escola. Depois de alguns meses treinando, fiz um teste com o lançamento de disco, e fui muito bem. Então comecei a treinar as duas provas. Não fui a única a me destacar na escola, mas fui a única que foi atrás desse sonho”, relembra.

Sorteio

Nesta sexta-feira, 04 de setembro, a partir do meio dia, a atleta realizará através do Instagram o sorteio da camiseta que usou no Mundial na Finlândia. Para participar concorrer entre no perfil @val.meurer e siga todos os passos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale