Lista do auxílio emergencial de BN chama a atenção

Coluna de empreendedorismo de Michell Sombrio

Nos últimos dias rolou nos grupos de WhatsApp a lista com nomes das pessoas que receberam auxílio emergencial no município. Aliás, está disponível para quem quiser acompanhar no portal da transparência.

Um grande número de pessoas que receberam estava dentro dos critérios, outras não.

Alguns correram para devolver após ter seus nomes expostos e questionados se teriam mesmo o direito. O fato é que muitos estão sim dentro dos critérios e suas condições financeiras passadas ou histórico familiar não podem ser levados em consideração.

Agora, quem tem renda familiar acima do valor mínimo exigido, tem emprego fixo, ou não está dentro dos critérios, deve sim devolver e ser responsabilizado por isso.

Auxílio

Neste sábado o Governo Federal irá pagar a terceira parcela do auxílio emergencial, aproximadamente 60 milhões de brasileiros receberão o valor em suas contas.

Segundo o Ministro da Economia, Paulo Guedes, eles estudam modificar os valores das parcelas do auxílio, a proposta poderá ser de R$ 500,00, R$ 400,00 e R$ 300,00, somando R$ 1.200,00.

Estamos começando a sentir a retração econômica e muitos ainda não conseguem mensurar o problema que está por vir, estes valores darão um folego para milhões de brasileiros que perderam sua renda.

Brasileiros perdendo renda

Um estudo apontou que mais de 70% dos brasileiros perderam renda durante a pandemia. O Instituto Travessia, com sede em São Paulo, realizou uma terceira rodada de pesquisa que apontou que 71% dos brasileiros tiveram queda em suas rendas com a recessão econômica provocada pelo Covid-19. Os números que me chamaram a atenção foram esses: 35% dos entrevistados disseram que perderam pouco, outros 25% perderam muito e 9% declararam que perderam toda renda.

Novas Medidas

Em reunião nesta semana os prefeitos da Amurel decidiram, em grupo, decretar novas medidas restritivas a população, tudo isso tendo em vista um aumento muito alto de casos de coronavírus. Paramos por dias as atividades econômicas na região, alguns negócios estão tentando se recuperar, outros irão morrer por conta da quarentena. O que não dá para aceitar, na minha opinião, é todos os municípios serem tratados de forma igual, sendo que cada um tem sua particularidade, as regras de Tubarão não podem ser as mesmas para Santa Rosa de Lima.


Leave a Comment