domingo, janeiro 24Diário online de Braço do Norte

INSS: Braço do Norte atende remotamente

O INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) anunciou a abertura de novas agências para o atendimento presencial no Sul de Santa Catarina. Desde março, elas estavam fechadas em todo o País por conta da pandemia do novo coronavírus e realizando os serviços, na medida do possível, apenas remotamente.
Agora, além das agências de Imbituba, também abriram as unidades de Tubarão e de Criciúma. Os atendimentos, porém, seguem restritos. Por enquanto, as perícias médicas são realizadas somente em Imbituba.
Com relação a Braço do Norte, as portas seguem fechadas e os serviços estão sendo prestados remotamente, através do aplicativo para celular Meu INSS ou pela central telefônica 135. “Caso o beneficiário necessite apresentar documentos, o que chamamos de cumprimento de exigência, disponibilizamos, na porta da agência, uma caixa para deixar ali as cópias. Em seguida
nós coletamos os documentos e damos prosseguimento ao processo. Em caso de dúvidas, há também um número de telefone e um e-mail para o usuário entrar em contato”, explica o gerente da agência de Braço do Norte, Guilherme Azevedo.
Por enquanto, ainda não há previsão do retorno aos atendimentos normais, como ante do início da pandemia. A reabertura da agência depende de uma série de fatores. O principal deles é a garantia de segurança a respeito da contaminação de Covid 19. No momento, a unidade de Braço do Norte passa por adequação para poder voltar a atender sem riscos. Para isto, porém, depende do aval da Associação Nacional de Peritos Médicos Federais (ANMP). A entidade alega que, para que os atendimentos e a perícia médica possam retornar, é necessário antes uma vistoria por parte de seus representantes. E ainda não há previsão para que essa vistoria seja realizada em Braço do Norte.

Demanda represada

Mesmo que os atendimentos presenciais no município retornem em breve, a agência ainda terá dificuldade em agilizar os processos de benefícios e agendamentos para perícia. A principal razão é número reduzido de funcionários. Nos últimos anos, vários servidores se aposentaram. Outros fazem parte do grupo de risco da Covid 19. O atendimento tem ficado, basicamente, sob a responsabilidade de uma única pessoa, o que aumenta o represamento dos processos. Somente de pedidos de auxílio doença, tramitam, no momento, na agência de Braço do Norte, cerca de 9 mil processos, originados não apenas na região do Vale, mas também de várias outras cidades do Sul do Estado.
Enquanto isso, até que atendimentos e perícias possam retornar à normalidade, os usuários são orientados, antes de procurar o INSS, a acessar o site www.covid.inss.gov.br para checar quais agências estão atendendo e que serviços estão sendo realizados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale