sábado, janeiro 16Diário online de Braço do Norte

Há mais de vinte anos foragido, autor de crime bárbaro é preso no Paraná

Assassinato aconteceu no ano de 2000 em Gravatal

Uma ação conjunta das forças de segurança de Santa Catarina e do Paraná culminou com a prisão de Valdenor da Silva Nascimento, de 46 anos, natural de Ipira (BA). A prisão ocorreu na noite desta sexta-feira, 18 de dezembro, após intensa troca de informações entre Policiais Civis e Militares dos dois Estados. O suspeito estava foragido há mais vinte anos.

Conforme processo judicial, Valdenor, em 02 de janeiro de 2000, por volta das 04h30min, invadiu a residência de sua ex-companheira, Dulcimara Machado. O imóvel da vítima era localizado na Rua Urbano Vicente, no Centro, em Gravatal. O autor, na posse de um gargalo de garrafa de vidro quebrado, partiu para cima da vítima, a qual encontrava-se dormindo com Vanderlei Marcos dos Santos.

Vanderlei tentou se defender, oportunidade em que tentou pegar uma faca. Valdenor foi mais rápido acabou pegando a faca, com a qual desferiu diversos golpes em Vanderlei ceifando sua vida. Na sequência, partiu para cima de Dulcimara e também desferiu diversos golpes de faca contra ela. Achando que também matado a ex-companheira, fugiu do local. Dulcimara não veio a óbito, sendo socorrida e encaminhada ao hospital com lesões gravíssimas.

Valdenor passou a ser considerado foragido durante a instrução processual e foi condenado por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificado em juri popular ocorrido na Comarca de Armazém. Sua pena foi de 16 anos e 11 meses de reclusão. Há vários anos ele vinha sendo procurado pela Polícia e pela Justiça.

A captura

Nos últimos meses Policiais Civis e Militares de Gravatal e Armazém receberam informações de que o criminoso poderia estar no Paraná, provavelmente nas cidades de Paranaguá ou Curitiba. As investigações se intensificaram nos últimos dias, oportunidade em que houve intensa troca de informações entre Policiais Civis e Policiais Militares das Agências de Inteligências de ambos os Estados. Os policiais conseguiram identificar que Valdenor estaria trabalhando em um restaurante em Curitiba, entretanto nos últimos tempos estaria prestando serviços como caseiro num sítio na cidade de Mandirituba (PR).

Policiais Militares do Paraná lograram êxito em encontrar o foragido no local e lhe deram voz de prisão a ele pelo crime perpetrado há quase vinte anos. Valdenor foi encaminhado para a Delegacia de Fazenda Rio Grande (PR) e deve ser encaminhado para o Sistema Penitenciário posteriormente.

As investigações e diligências foram coordenadas pelo delegado André Luis Mendes da Silveira e contaram com participação das delegacias de Polícia de Gravatal e Armazém, Agência de Inteligência da Polícia Militar de Gravatal, Agências de Inteligência do 09º Batalhão da Polícia Militar do Litoral do Paraná, 13º Batalhão da Polícia Militar do Paraná, 17º Batalhão da Polícia Militar da Região Metropolitana de Curitiba, 22º Batalhão da Polícia Militar do Paraná e ROTAM do 9º Batalhão da Polícia Militar do Paraná.

“O sentimento de dever cumprido e de que a Justiça foi feita era nítido na noite de ontem por parte dos policiais envolvidos nesta persecução criminal”, comemora Walker Mendes Cardoso, escrivão de Polícia Civil, responsável pelo Expediente da Delegacia de Polícia de Gravatal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale