domingo, janeiro 24Diário online de Braço do Norte

Gente madura não reclama

Coluna de Robson Kindermann Sombrio

Gente madura chega no dentista na hora certa, vai na consulta que marcou. Gente madura não vive correndo atrás de aprovação ou explicação. Gente madura tem noção a quem deve explicação (ou satisfação). Não vive de ilusões. Gente madura é quem não cria pensamentos vagos, nem alimenta expectativas em cima de sentimentos vagos. Depois de um tempo a gente aprende a se observar. Não se leva tão a sério. Claro que alguma coisa pode dar errado e me atrasar na consulta com o médico. Mas, se atrasando sempre? Para todos os encontros? De tempos em tempos é legal se analisar, pode ser na terapia ou no curso que você fez no fim de semana. Gente madura sabe para quem pode abrir seu coração.
Hoje já não me cobro mais a perfeição e nem estou exigindo mais do outro o que posso exigir e de mim mesmo. Aprendi ou estou aprendendo a rir dos meus tombos. Com um limão faço uma limonada, ou até mesmo uma caipirinha. A vida dá lições para a gente se virar. Limão pode ser azedo, amargo. Mas hidrata e nutri – limão com açúcar e com água com gás pode ser um delicioso suco, com sabor e refrescante. Gente madura sabe que não é possível tentar ser legal o tempo inteiro. Por isso impõe limites e se limita a cada ação. Gente madura aprende a cuidar de si mesmo e a se defender de quem fala muita besteira.
Começo a não ter mais frescura para viver. Frescura com minha própria vida. Já caí tantas vezes, que nem sei qual tombo doeu mais. Hoje levanto e tento não sofrer pelas pequenezas da vida. Perdoo os quilos acima do peso, o cabelo caindo, a camisa nova que manchou na máquina de lavar com as outras.Um dia compensa o outro. Gente madura tem afeto, diálogo, elogia-se, cuida-se, socorre, participa, tem paciência, tem limites, respeita, ama a si mesmo (eu entendo que esse “ama a si mesmo” não é coisa tão fácil assim). Gente madura perdoa, tem cumplicidade, tem fidelidade, faz sacrifício. Gente madura faz sexo só para cumprir tabela em uma terça-feira à noite, ou faz sexo selvagem mesmo.
Gente madura não tem medo de viver, não tem medo de errar. Gente madura são pessoas mais coerentes para você viver ao lado. Porque eles não fazem alarmes na tristeza e nem na alegria. Curtem os momentos com serenidade. Tem gente que tem um coração sossegado. Um coração que aprendeu a ser sereno, já trilhou alegrias e tristezas. Sabe que não adianta muito bater de frente. Procurar chifre em cavalo. Com esse texto, com essas palavras, eu sei, fiz tudo o que podia. Agora que haja inteligência, que haja alegria, que você aprenda a lidar com as diferenças e ter fé nas adversidades. Gente madura se cobra menos, vive mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale