terça-feira, janeiro 19Diário online de Braço do Norte

Entregador de lanches simula roubo em Braço do Norte

Caixa, lanches e máquina de cobrança foram encontrados no meio da mata

Um entregador de lanches de uma pizzaria de Braço do Norte abordou a guarnição do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) da Polícia Militar que estava em rondas pelo bairro Santa Augusta na noite desta terça-feira, 29 de dezembro. R. da S. B. relatou que havia acabado de ser roubado por três masculinos encapuzados que estavam em um GM/Corsa preto de duas portas, atrás de um posto de combustível, no Centro da cidade.

A guarnição orientou que o entregador fosse até o quartel da Polícia Militar para gerar o boletim de ocorrência, enquanto a guarnição do PPT deslocava em rondas em busca do suposto veículo. Os policiais, então, iniciaram o trabalho de averiguação, observado que o local do suposto furto possuía câmeras e que algumas partes da história estavam mal explicadas, pois o entregador estava confuso quanto a ordem dos fatos.

No quartel, durante a confecção do boletim comunicando do suposto furto, foi constatado que o entregador havia efetuado um boletim de ocorrência semelhante há um ano, aproximadamente, contando os mesmos fatos, inclusive com o mesmo veículo e situação.

Os policiais não tiveram dúvidas de que algo não estava certo e se deslocaram até a residência do motoboy, que assumiu que estava inventando a história e que havia se desfeito dos pertences próximo a Estrada Geral do Rio das Furnas. Os militares foram com ele até o local indicado. Após 40 minutos de busca em mata fechada, foi encontrado a caixa de transporte de alimentos, os lanches que seriam entregues e a máquina de cobrança. Quando questionado sobre o dinheiro das outras entregas, o mesmo relatou que estava escondido na garagem de sua casa. De volta à residência, foram encontrados sobre uma porta que servia de forro para a garagem a quantia de R$ 230,00 em dinheiro.

No boletim por falsa comunicação gerado aos 35 minutos desta madrugada de quarta-feira, foi cadastrada como testemunha o dono do estabelecimento, para quem, inicialmente, o autor contou a mesma história que havia relatado aos policiais.

Para receber notícias diretamente no seu watsapp entre na nossa lista de transmissão. https://chat.whatsapp.com/BbhaYxFdyfSFP8A3byxHe9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale