sexta-feira, janeiro 22Diário online de Braço do Norte

Dedicação às causas ambientais

Vereador eleito pelo PSD com 568 votos, Elton Heidemann, o “Elton da Gráfica”, a partir de 1º de janeiro exercerá uma atividade pública pela primeira vez. Não significa, porém, que nunca tenha se dedicado à participação política, fora da atuação partidária. À frente da administração de uma das empresas mais tradicionais de Braço do Norte, desde jovem se destaca no associativismo empresarial. Faz parte com sua empresa do primeiro grupo de associados da Acivale (Associação Empresarial do Vale do Braço do Norte), desde 1993. Com 23 anos de idade, passou a integrar a diretoria do Sindigraf (Sindicato das Indústrias Gráficas do Sul Catarinense), com sede em Criciúma.

Com 23 anos de idade, passou a integrar a diretoria do Sindicato das Indústrias Gráficas do Sul Catarinense


Na Acivale, foi presidente de 2005 a 2007. Sua gestão foi marcada por um período em que a entidade deu início em um trabalho mais intenso de atuação junto ao Poder Público. Juntamente com outras associações empresariais da região, foi criado o Conselho Político Empresarial. A proposta do órgão era debater e construir junto aos governos ações que visassem o desenvolvimento regional. “Acredito que uma das marcas deixadas durante minha gestão foi a aproximação entre os poderes público e o privado, onde realizamos diversos objetivos comuns de nossos associados e da comunidade”, avalia.


Foi também nesta época que Elton tornou-se mais engajado nas causas ambientais. Em 2009, passou a colaborar com a ONG Montanha Viva, organização que atua na luta contra a fosfateira em Anitápolis. No DEL, o fórum de Desenvolvimento Econômico Local, faz parte Câmara Técnica do Desenvolvimento Ambiental, onde é coordenador. Também é incentivador do uso de energias alternativas, como a solar, eólica e hidráulica. Em sua gráfica, por exemplo, utiliza um sistema de placas fotovoltaicas (energia solar) que contribui para a redução do consumo de energia elétrica da rede e consequente a redução de custos na empresa. “Acredito que nós humanos, sendo parte do meio ambiente, devemos fazer o que estiver ao nosso alcance para preservá-lo. Isso é fundamental para a sequência e qualidade de vida de quem aqui está e de quem ainda virá”, diz.

Esta não foi a primeira vez que Elton tentou uma vaga no Legislativo Municipal. Em 2016 recebeu 366 votos. Não se elegeu, mas obteve a suplência, atuando como vereador titular por dois meses. “Foi em 2016 que decidi atuar na política partidária. Procurei, entre os prós e contras de cada partido e acabei entrando em contato com o PSD, onde o então candidato a prefeito Beto Kuerten fez minha ficha de filiação. Foi de minha própria iniciativa, e através de uma provocação política, que coloquei meu nome à disposição para disputar a eleição para vereador”, relembra. “O que me motivou foi a necessidade em fazer parte da mudança através da atuação política naquilo do qual eu não concordava, deixando a omissão de lado. Não podia mais aceitar toda a corrupção e descontrole instalados no governo como um todo. Minha proposta tem sido em fazer diferente, melhor”, destaca.

Agora em 2020, diz ter ficado surpreso com a votação que recebeu. Segundo ele, fez uma campanha totalmente limpa, garante que não usou recursos do Fundo Partidário e que contou com a participação de apoiadores voluntários. Assim que iniciar seus trabalhos na Câmara, pretende começar focando especialmente nas questões ambientais da cidade. Inclusive já tem preparado alguns projetos de lei sobre o tema que pretende apresentar já em 2021. “Tenho comigo alguns dos rascunhos de projetos de lei e indicações robustas. Estamos aprimorando os textos e a apresentação das propostas. A ideia é apresentar esses projetos à Câmara o quanto antes”, informa.

Uma história de três gerações

Elton Heidemann é administrador financeiro da Gráfica JK, empresa que atua em Braço do Norte há quase quarenta anos e está há três gerações sob a gestão de sua família. Adquirida em 1971 da família Kuerten, a Gráfica JK foi comprada por seu avô para ser administrada por seu filho Gregório, até a atual sequência de sucessão para seus filhos, há alguns anos.


No início, a empresa operava com apenas cinco funcionários e atuava exclusivamente com impressão tipográfica, trabalhando com equipamentos antigos e em uma sede alugada. Em 1982, passou a contar com sua própria sede, localizada na rua Bernardo Locks, onde funciona até os dias de hoje. Com o passar dos anos novos equipamentos foram adquiridos, a gráfica se modernizou e passou a trabalhar com impressão offset e digital. A informatização da empresa iniciou-se em 1993, o que melhorou muito a administração e o desenvolvimento de produtos.


No decorrer dos anos, a empresa também aprimorou a sua gestão. Investiu em seu pessoal promovendo treinamentos, assim como buscou sempre trabalhar com os melhores equipamentos. “Os investimentos constantes em atualização do pessoal e dos equipamentos nos permitem o desenvolvimento de materiais de excelência, atendendo as mais exigentes solicitações de nossos clientes”, ressalta Elton.


Atualmente, a Gráfica JK é especialista na impressão de rótulos, impressos comerciais e promocionais, suprindo a demanda de seus clientes em todo o Brasil. “Trabalhamos com impressão offset e digital, temos também um departamento de arte e fotografia de produtos, utilizamos os melhores equipamentos e mão de obra especializada para o desenvolvimento destes itens. Também contamos com uma grande linha de brindes personalizados em papel. Materiais com ótima qualidade sempre foi nosso objetivo principal”, finaliza Elton.

Apelido entre amigos e familiares: não possui.
Data de nascimento: 10 de outubro de 1974.
Natural de: Braço do Norte.
Nomes dos pais: Gregório Heidemann e Eneida Coan Heidemann.
Atividade: Empresário do setor gráfico.
Formação: Bacharel em Administração de Empresas.
Estado civil: casado com Fernanda Letícia do O. Darela Heidemann,
Pai de: Lucas Darela Heidemann.
Filiação partidária: PSD, desde 2016.
Time do coração: não possui.

Hobby preferido: trekking (caminhada) em florestas.
A política é: a arte de fazer o bem, mas se perdeu ao longo do caminho.
Braço do Norte ontem: Município em desenvolvimento.
Braço do Norte amanhã: Município referência.
Uma frase: Não podemos ser melhores fazendo parte do problema. Temos que fazer parte da solução.
Na Câmara, você será: vereador na função de vereador.

Para receber notícias diretamente no seu watsapp entre na nossa lista de transmissão. https://chat.whatsapp.com/BbhaYxFdyfSFP8A3byxHe9

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale