sexta-feira, janeiro 15Diário online de Braço do Norte

Comércio deve esperar decisão oficial do Estado

Manifestação nas redes sociais com participação de mais de 130 representantes de lojas, pede a reabertura do comércio em Braço do Norte.

Representantes da Associação Empresarial do Vale de Braço do Norte (Acivale) e da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) se reuniram na manhã desta terça-feira, 7 de abril, com o Ministério Público Estadual, Prefeitura de Braço do Norte e polícias Militar e Civil para discutir o pleito dos comerciantes que pedem a reabertura das lojas depois de três semanas fechadas devido a decisão do Governo de Estado de isolamento social pelo Covid-19.

Do encontro, foi emitido uma nota no começo da tarde. Já que a Prefeitura não pode interferir na decisão de abrir os estabelecimentos, todos devem aguardar uma posição oficial do Governo do Estado nas próximas horas.

Um movimento de empresários que iniciou em grupos de WhattsApp na noite de segunda-feira promete abrir o comércio independentemente de uma portaria autorizando seu funcionamento a partir desta quarta-feira. Caso isso ocorra, sem autorização do Estado, as forças de segurança estão orientadas a solicitar o fechamento dos estabelecimentos e lavrarem um auto de infração. Mais de 130 lojistas subscreveram o pedido.

Nota

A Prefeitura de Braço do Norte, o Ministério Público de Santa Catarina, a Polícia Civil, a Polícia Militar, juntamente com representantes da Associação Empresarial do Vale de Braço do Norte (Acivale) e da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), estiveram reunidos na manhã desta terça-feira, 07 de abril, para discutir os pleitos dos lojistas e empresários do Município. O que realmente poderá estar aberto a partir de amanhã, deve ser anunciado pelo Governo do Estado até o final do dia. Ainda, através de orientação do Ministério Público, ficou entendido que todos devem respeitar os decretos estaduais quanto a reabertura de qualquer estabelecimento, seja, prestador de serviço, comercial ou industrial. As ações de controle da disseminação do Covid-19, também foram discutidas no encontro destas entidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale