domingo, janeiro 24Diário online de Braço do Norte

Cerbranorte tem 24,5 mil associados

Eleição para escolha das diretorias da Distribuidora e Geradora, acontece em 30 de maio

 

O administrador judicial da Cooperativa de Eletrificação de Braço do Norte (Cerbranorte) e da Cooperativa de Geração  de Energia Elétrica e Desenvolvimento Braço do Norte (Cerbranorte – GD), o advogado Cristiano Orlandi, marcou para 29 de maio de 2020, uma sexta-feira, no Clube Cruzeiro a Assembleia Geral Ordinária – AGO que, entre outras coisas, destinará as sobras dos exercícios 2018 e 2019 e para o dia seguinte, sábado, 30 de maio, a eleição que elegerá as novas diretorias das duas entidades.

A votação no Município de Braço do Norte ocorrerá na Escola Básica Municipal Professor Antônio Rohden (Educandário Municipal) e, em Rio Fortuna na Escola Municipal José Boeing. Os votos serão apurados em cada seção de votação e o resultado final será divulgado em Braço do Norte. Depois do recadastramento realizado, a cooperativa tem 24.518 associados nos dois municípios. Os que estarão aptos a votar serão conhecidos apenas quando a eleição for lançada.

Entre os assuntos que serão abordados nas assembleias de 29 de maio estão as prestações de contas dos Conselhos Administrativos e os pareceres dos Conselhos Fiscais referentes ao exercício de 2018 e de 2019, o relatório da gestão, balanço patrimonial, o demonstrativo e a destinação das sobras apuradas no exercício de 2018 e de 2019, eleição e posse dos componentes do Conselho de Administração para o período de 2020 a 2024 e Conselho Fiscal para o ano de 2020, a fixação de pró-labore ao presidente, vice e cédulas de presenças para as reuniões dos Conselhos e o Plano de Investimentos para 2020. Os documentos a serem apreciados nas prestações de contas estarão disponíveis aos associados a partir do dia 24 de abril de 2020 na sede da Cerbranorte, e as regras que nortearão a eleição na resolução conjunta 001/2020, que estará publicado no site da Cerbranorte.

Orlandi iniciou os trabalhos, designado pela Justiça, há exatamente um ano. Neste período, foi responsável por apurar registros irregulares de associados na Cerbranorte e, desde abril de 2019, por administrar as duas entidades.

Maiores informações sobre a assembleia e as eleições para cooperativa, poderão ser encontradas no site da Cerbranorte: http://www.cerbranorte.com.br/conteudo/leitura/191/Editais-de-Convocacao

 

 

O jornalista Fernando Freitas, em sua coluna “Página 3”, fez uma pequena cronologia dos fatos marcaram o último ano da Cerbranorte e o processo eleitoral.

 

1 – Em fevereiro 2019, a eleição que elegeria as diretorias para as duas cooperativas (Geração e Distribuição) foi suspensa por ordem da Justiça. Duas chapas concorreriam ao pleito. A Chapa 1, formada por Nelo da Silva e Tonhinho (presidente na época) e, para a Distribuidora, Dado Claudio e Duda Schueroff para a Geradora. Pela Chapa 2, na Distribuidora, Mayco Niehues e Roberto Kindemann, e na Geradora, Valneide Exterkoertter e Carlito Wiggers.

 

2 – Um interventor judicial, advogado Cristiano Orlandi, foi nomeado para apurar possíveis irregularidades na transferência de titularidades de UCs (Unidades Consumidoras) e para administrar interinamente as duas cooperativas.

 

3 – Paralelo ao trabalho de auditoria realizado internamente na Cerbranorte, uma investigação criminal é realizada pelo Ministério Público através da Polícia Civil de Braço do Norte, apurando os fatos. Dezenas de consumidores e associados foram ouvidos.

 

4 – Um recadastramento de quase 1.000 associados foi realizado no final de 2019. O número exato e os nomes dos associados que ficaram inaptos a votar ainda não foi divulgado.

 

5 – Apenas a Chapa 2 manteve-se viva na disputa com praticamente os mesmos integrantes, até o momento. Nelo e Toninho, da Chapa 1, já manifestaram que não tem interesse em disputar a reeleição.

 

6 – O presidente da Câmara de Vereadores, Celso Onei Martins, o “Torrado”, anunciou no começo de fevereiro a formação de uma chapa, para a Distribuição, tendo como vice o Dada, não o Schueroff, mas o da Terraplanagem. O parceiro pela Geração é o vereador Israel de Souza, que tem como vice Dido Croceta, que até semanas atrás era membro da Chapa 2.

 

7 – O presidente do Sindicato Rural de Braço do Norte, Edemar Della Giustina, com apoio de Toninho, anuncia a montagem de uma Chapa. O ex-vereador Luzimar Torres, o “Alemão do Fórum” garante que tem uma chapa também.

 

8 – Um irmão do presidente da Câmara de Vereadores foi preso na última quarta-feira, preventivamente, a pedido do Ministério Público. Uma investigação policial chegou à conclusão que as transferências de titularidade feitas por ele tinham por objetivo o ingresso de novos associados votantes à cooperativa.

 

9 – O administrador judicial publicou na edição da Folha do Vale de 28 de fevereiro os editais que marcam para 30 de maio, sábado, as eleições para escolha das novas diretorias das suas entidades.

 

10 – Na eleição suspensa de 2019 estavam aptos a votar 23.693 associados. Hoje são 24.518 associados.

 

Faça uma boa escolha!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale