Braço do Norte comemora 64 anos

Programação festiva começa na próxima sexta-feira e prossegue até 22 de outubro na Praça da Família

COMISSÃO Organizadora dos festejos participou do Café da Folha desta semana

Braço do Norte completa 64 anos no dia 22 de outubro e o Parque da Família, no bairro Nossa Senhora de Fátima, recebe mais uma vez as comemorações. Este ano, as atrações iniciam no dia 18, sexta-feira e vão até o dia 22, terça-feira, feriado municipal. Juntamente com a festa de aniversário do município, acontece a Feira do Produto Colonial, com workshops, apresentação, exposição e venda de produtos coloniais.
Para detalhar como ocorre esta festa, participaram do Café da Folha desta semana os membros da Comissão Organizadora Permanente de festejos da Prefeitura de Braço do Norte. Saborearam o café servido pela panificadora Nack o chefe de Gabinete, Ramon Beza, o secretário Adjunto de Infraestrutura, Allan Prudêncio, e o diretor de Compras, Wando Ceolin.

 

Como surgiu a ideia de realizar esta feira colonial durante os festejos do município?
Ramon Beza – Esta é a segunda edição da Feira do Produto Colonial. A primeira foi realizada em 2017, na Expovale. Nossa ideia é valorizar o segmento do campo. E nada melhor do que trazer para dentro dos festejos do aniversário o produtor. Para ele, assim, se sentir valorizado, lembrado neste momento de festa.
Allan – É bom lembrar que a Feira do Produto Colonial é realizada em parceria com a Epagri, reunindo agricultores e familiares, que irão expor e comercializar durante todo o aniversário, de sexta a segunda, diversos produtos. Só para completar, no sábado, pela manhã, acontece o workshop da agricultura familiar, das 9 horas ao meio dia, com palestras em parceria com a Cerbranorte. Ainda no sábado, meio dia, será servido um almoço de incentivo de consumo da carne suína.

Mas a festa começa na sexta-feira à noite, dia 18. Falem um pouco desta programação.
Wando Ceolin – Na sexta-feira, a partir das 19h30min, acontece a Sexta do Pagode, com Área Restrita e o Grupo Saideira, de Braço do Norte. Tudo aberto ao público e gratuito. Paralelo a este show, funcionará a praça de alimentação e será aberta a feira do livro. Também acontecem os jogos Interbairros, no ginásio de esportes Atílio Ghisi, e a Feira do Produto Colonial.

Como funciona a praça de alimentação?
Ramon Beza – Este ano, será explorada pelo comércio local. Serão servidos a partir das 19h30min até a meia noite, hambúrgueres, porções e diversas variedades de chope e cerveja.

No sábado, dia 19, além do workshop da Agricultura Familiar e da Feira do Produto Colonial, o que mais vocês organizaram para a Praça da Família?
Allan – Tem a Feira de Adoção de Cães, evento de aniversário do Petshop Reino Animal, Interbairros de vôlei misto, karatê e tênis de mesa, música ao vivo na praça de alimentação. Além disso, brinquedos infláveis, e prossegue o dia todo a Feira do Livro. A parte musical será retomada às 19h30min, a noite temática tem o nome de “A Festa Não Para”, com Jamile e Artur, Geysi Penzo e Rock Faces. O comando da festa é da Associação dos Músicos Braçonortenses.

O que esperar do domingo?
Ramon – Iniciamos com a tradicional Corrida Rústica Valley Run, com mais de 1.000 atletas já inscritos, que já é um sucesso. Teremos ainda a Feira do Produto Colonial, os jogos do Interbairros de vôlei de duplas e futevôlei, e mais uma edição do Dia das Famílias no Parque, já que a praça estará liberada para piquenique das famílias e encontro com amigos. Neste mesmo dia, está programada a posse dos Vereadores Mirins. Continuam ainda os brinquedos infantis, a Feira do Livro e será realizada uma exposição de carros rebaixados.
Allan – Já no período da noite a festa é comandada pela Rádio Verde Vale, com o show de Wagner Melo, Israel Lucero, Gabriel Valim e Nando e Leo. Além, claro, do show da Dona Hermídia, que fará uma volta ao tempo. Ela será a Xuxa e, pra variar, nossa equipe vai de Paquitos. Já virou uma brincadeira esperada pela comunidade, o prefeito e nossa equipe entrar na brincadeira. No primeiro ano, nos caracterizamos como os Menudos, ano passado de Village People e, este ano, seremos os Paquitos da Dona Hermídia, ou, perdão, da Xuxa. Vai ser muito divertido.

Essa parceria com emissoras com as rádios continua na segunda-feira.
Wando – Verdade. Mas antes disso, na segunda-feira, 21 de outubro, véspera de feriado, na abertura dos trabalhos da Feira do Livro, às 18h30min, lançaremos o livro do psicólogo Robson Kindermann, “O que sinto?”. Segue ainda a Feira com produtos coloniais, os jogos do Interbairros de bocha, canastra e futebol de campo. A noite, aí sim, a Rádio Hiperativa, que comemora seus 10 anos, apresenta o seu Hipernight, com Adolfo, Kleiton Mattos, Neguinho e o show nacional Yasmin Santos!
Allan – Eu quero reforçar que ela é sensação no sertanejo universitário hoje no Brasil. Está entre as artistas que tem as músicas mais tocadas e, realmente, será uma grande atração para nosso aniversário.

Qual a principal atração do dia do aniversário do município?
Ramon – As comemorações encerram no dia 22, terça-feira, feriado municipal, com o Interbairros de xadrez, atletismo e futsal e o Casamento Coletivo “Viva os Noivos!” Este casamento comunitário, realizado pela Prefeitura Municipal de Braço do Norte, através da Secretaria de Assistência Social, e promovido pela Folha do Vale com o apoio do Ofício de Registros Civis das Pessoas Naturais e de Interdições e Tutelas, das Pessoas Jurídicas e de Títulos e Documentos, irá unir 15 casais que residem Braço do Norte. O evento terá ainda a parceria do Sonho Decorado, que irá preparar o ambiente para deixar mais lindo o cerimonial.

Apesar de ser um evento recheado, observa-se que a prefeitura não está ousando em montar uma megaestrutura ou mesmo fazendo um evento que dure mais tempo.
Wando – Devido às parcerias, nós vamos gastar cerca de R$ 55 mil, metade do que gastamos no ano passado. A programação satisfaz a necessidade da cidade. Vamos valorizar o talento local. Quanto mais a gente pensar em incrementar, podemos acabar excluindo ou tirando o brilho das apresentações locais.

Vocês saem de uma festa e já se preparam para outra. A Festa do Porco Pizza.
Allan – Chama a atenção que mais de 800 ingressos já foram vendidos. Praticamente: a festa já está maior que a do ano passado, pois fechamos o evento de 2018 com 830 ingressos comercializados. Este ano, o evento saiu das mãos da Prefeitura. Nós saímos da linha de frente. Não há dinheiro público investido na festa. O Porco Pizza é um evento particular, incentivado pelos frigoríficos e lacticínios do município, que este ocorrerá em 9 de novembro, com nosso total apoio. A festa, em sua terceira edição, já está sendo conhecida em todo o Sul do Estado. Diversas caravanas estão sendo organizadas, e teremos um grande público de fora da região. Tem gente que vem de longe, que alugou uma van, e vai passar o dia na festa.
Ramon – Para quem não sabe ainda, Braço do Norte, através de um projeto de lei municipal sugerido pelo vereador Rafael Borguet, tem como prato típico, o Porco Pizza. Na festa que será realizada em novembro, ao se adquirir o ingresso, você entra na festa come e bebe a vontade até sair do salão. Se quiser entrar novamente, tem que pagar novo ingresso.

E o Carnaval? Já temos alguma novidade?
Allan – Será realizado em 14 de fevereiro e já temos apalavrado com o trio elétrico que se apresentou nas primeiras duas edições. Mas existem outras propostas. Ainda estamos analisando. O que podemos adiantar é a parceria com o Clube Cruzeiro. A ideia é que a festa continue depois no interior Clube, claro que com ingresso pago, com a apresentação nacional da Turma do Pagode. Fui semana passada na apresentação desta banda. Realmente é um grande show. Acho que será uma boa oportunidade para Braço do Norte.


Leave a Comment