Após três meses, Frido vence o coronavírus e recebe alta

Sezefredo Philippi, o “Frido”, 71 anos, tradicional comerciante de São Ludgero, comemorou ao lado de familiares e a comunidade de São Ludgero a cura e a alta recebida, quarta-feira, 17 de junho, após mais de três meses internado no Hospital SOS Cárdio de Florianópolis, acometido do novo coronavírus. Ele integra grupo de risco, não teve nenhuma sequela, mas continuará na capital do Estado por mais dois meses, por cautela, e também para acompanhamentos médicos envolvendo fisioterapia.

Segundo a filha Darling Philippi, Frido deu entrada no hospital dia 30 de março. “Antes disso, no dia 25 de março, ele foi atendido pela infectologista Eletania Esteves de Almeida. Ela sugeriu o encaminhamento ao hospital. O pai chegou no SOS Cárdio no dia 30, fez a tomografia e o pulmão estava branco vidro fosco. O doutor Fernando Aranha ainda sem fazer o exame, antecipou que deveria ser coronavírus. O exame foi feito, inclusive três vezes, e o resultado deu positivo. Os primeiros 21 dias no hospital foram de pioras, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) sem podermos ver. Depois passou para uma UTI que podíamos acompanhar de perto as melhoras. Antes de receber a boa notícia da alta, ontem, dia 17 de junho, foram 21 dias já no quarto recebendo o carinho da família”, relata.

Ela faz questão de esclarecer que a opção pelo Hospital em Florianópolis é pelo fato dos médicos especialistas de Frido, a exemplo do cardiologista, serem de lá. “Este foi o principal motivo”, pontua. Questionada se Frido recebeu as medicações amplamente divulgadas no Brasil e no mundo que geraram e geram grandes polêmicas ela é objetiva em dizer que sim. “Não vou citar nomes e dosagens para não errar. Mas, afirmo que todas as medicações que poderiam salvar nosso Pai foram usadas, sempre com uma ótima sintonia entre a doutora Eletania e a equipe médica do hospital, a exemplo do cardiologista Mário Mussi”, esclarece. Outra informação repassada é que ela e sua mãe Inês, mesmo mantendo contato direto com Frido, não contraíram o vírus.

Por telefone com o prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba, o comerciante Frido Philippi com alegria e emoção pediu que levasse a mensagem de gratidão e agradecimento a todas as pessoas pelas manifestações de carinho e orações que as pessoas da comunidade e região fizeram. “Gratidão a todas as pessoas pelas orações e energias positivas para minha recuperação. É nessas horas que sabemos a importância da corrente do bem, dos laços de amizades, do poder da fé e de Deus na condução das coisas. Eu sou até aqui o paciente que teve Coronavírus mais grave do hospital e o próprio médico, diretor do hospital, doutor Fernando Aranha, confidenciou que teve momentos que a equipe não sabia mais o que fazer e de repente uma luz surgia e a esperança reacendia”, disse Frido por telefone. Ele completou pedindo que as pessoas não relaxem e redobrem os cuidados básicos que são o uso de máscara, evitar aglomerações, respeitar o distanciamento. “Eu peguei o vírus por estar com a imunidade muito baixa devido a uma dieta que precisei fazer. Eu adoro minha terra, São Ludgero. Saudade de todos”, disse. O prefeito Ibaneis Lembeck, o Iba, diz que em breve tudo isso vai passar e Frido poderá, pessoalmente, abraçar a todos em São Ludgero. “Que as palavras de Frido em relação aos cuidados básicos façam com que muitas pessoas reflitam e passem a levar a sério”, alerta.

Darling, os irmãos Willian, Roger e a mãe Inês pedem que as famílias ao terem pessoas na família confirmadas para o coronavírus, independente se estejam em casa ou no hospital, que não entrem em pânico, sejam fortes e confiem em Deus, nas pessoas, nas instituições e nos profissionais. A esposa de Frido, Inês, diz que sua família colocou a salvação do esposo, pai, avô, e amigo de muitos nos braços de Deus. “Nossa família dobrou os joelhos, orou e colocou a cura nas mãos de Deus e que iluminasse todos os profissionais que estavam cuidando dele”, conta com alegria. “Nossa família viveu um período difícil, porém mantivemos a calma, unidos, com sabedoria buscamos orientações, confiamos em pessoas e nos diversos profissionais, mantivemos fortes na oração, praticamos a fé, e recebemos muitas manifestações positivas. Tivemos acolhimentos em todos os momentos, confiamos e agradecemos o setor público e sua equipe de saúde, setor de epidemiologia, e aos profissionais do SOS Cárdio. Existem sim problemas a serem superados no caminho, mas é preciso manter o foco, com sabedoria, inteligência e calma”, revela Darling. Ela defende o retorno das atividades com os cuidados tanto por parte dos comerciantes, empresários e pessoas. “Cada um fazendo a sua parte, vamos passar por tudo isso com mais segurança”, acredita.

Além de comerciante bem sucedido em seus negócios, Frido é uma das lideranças políticas mais influentes da cidade, sempre foi muito ativo nas ações sociais e junto a Igreja Católica, ocupou várias vezes funções na diretoria e conselho da Cooperativa de Eletricidade de São Ludgero (Cegero), exerceu a função de Secretário Municipal na Prefeitura no período de 2 de janeiro de 2001 a 2 de dezembro de 2002 além de outros cargos de direção, foi vereador por dois mandatos – período de 1979 a 1982 e 1993 a 1996, vice-prefeito no período entre 1989 e 1992, integra o Partido Social Democrático (PSD) e sempre defendeu aquilo que é bom para a cidade e para as famílias.


Leave a Comment