Apagão deixa quatro municípios sem energia por mais de sete horas

Grão-Pará também foi atingida por um problema na rede da Celesc

 

Os consumidores atendidos pela Cooperativa de Eletricidade de Gravatal (Cergral) e pela Cooperativa de Eletricidade de Armazém, Cooperzém, ficaram sem energia das 14 horas às 21h20min de domingo, 23 de fevereiro. O problema foi causado por um incêndio em uma cruzeta de madeira da linha de abastecimento da Celesc (Centrais Elétrica de Santa Catarina), localizado às margens da Rodovia SC-370, em Gravatal. O fogo começou no cabo central e se propagou rapidamente pela parte superior da estrutura que teve que ser trocada.
Além de Armazém, os municípios de São Martinho e São Bonifácio, atendidos pela Cooperzém também ficaram no escuro. Grão-Pará, ficou sem energia pois a linha de transmissão de 69 KWA que abastece a cidade é a mesma que apresentou problemas, a Cooperativa de eletricidade de Grão-Pará estava sem luz das 14 horas às 15h25min, até o momento que a Celesc realizou uma manobra e reenergizou a linha que atende o município.


O reparo em Gravatal demorou para iniciar pois os técnicos e o material usado tiveram que ser deslocados da Central da Celesc de Tubarão. “Se fosse em uma rede da Cergral, a gente tinha o material aqui no estoque e trocávamos em poucos minutos”, justificava José Comelli, gerente da cooperativa. Mesmo sem ser responsável pelo reparo, os funcionários da Cergral se deslocaram para auxiliar no trabalho.
A empresária Marta Regis Fogaça era uma das pessoas que foi até o local que os técnicos trabalhavam e questionou quando a luz retornaria. “Não sei se dispenso os meus funcionários ou abro o restaurante hoje. Gostaria de uma previsão para poder avisar os clientes que reservaram”, justifica. Já a proprietária de um hotel nas Termas diz que tinha solicitado o aluguel de um gerador para atender os hospedes, grande parte crianças. “O problema é que não tem mais água nas caixas para tomar banho”, lamentava, sem saber o que fazer.

Carnaval das Águas
Até mesmo o Carnaval nas Águas de Gravatal teve que terminar mais cedo. O desfile organizado anualmente no domingo de Carnaval, na principal avenida do balneário, terminou mais cedo. Marcado para às 16 horas os blocos que partiram dos hotéis receberam o acompanhamento de um trio elétrico até na Praça dos Direitos Humanos. Porém, acabaram sendo prejudicados o som e as luzes que animariam a noite no local.


Leave a Comment