quinta-feira, janeiro 21Diário online de Braço do Norte

Acompanhe minhas lives sobre empreendedorismo as terças

Coluna de Michell Sombrio sobre empreendeorismo

Você já deve ter ouvido falar o termo “Live”, ou até assistido uma. Live é uma transmissão ao vivo feita pela internet, geralmente feita pelas redes sociais. Em 2019 eu comecei a trabalhar em um projeto de entrevistas com empreendedores e empresários de nossa região, era para ter iniciado em março deste ano, mas por conta da pandemia eu adaptei as entrevistas para as famosas lives no Instagram. Toda semana estou entrevistando um empreendedor ou alguém relacionado ao tema empreendedorismo. A ideia é sempre conhecer o lado pessoal e empresarial, os erros e acertos, os planos e quais os conselhos ele pode dar para quem quer crescer. Se você quer conhecer um pouco mais sobre o projeto e as entrevistas, entre lá no meu Instagram @michellsombrio e acompanhe todas as terças-feiras às 21h21min, o Papo de Empreendedor.

Imposto de Renda

Estamos nos aproximando do prazo final de entrega da declaração anual do Imposto de Renda. O prazo foi estendido até 30 de junho por conta da pandemia, mas como o brasileiro gosta de adrenalina, muitos deixaram para os últimos dias para realizar sua declaração.

Se você recebeu durante o ano de 2019, mais de R$ 28.559,70, você deve fazer sua declaração para não cair na malha fina e ter uma grande dor de cabeça.

10 milhões

Durante a pandemia, o Brasil atingiu a marca de 10 milhões de MEIs (Microempreendedor Individual), pois muitos trabalhadores buscaram a formalização para ter uma segurança no seu negócio. Mas em alguns casos a pessoa cria um MEI apenas para buscar crédito para pagar suas contas. Não que isso seja a regra, mas já vi vários casos de pessoas que abrem um CNPJ para buscar crédito a juros mais baixos, dando a falsa sensação de que a economia volta a girar e que empresas estão sendo criadas, quando na verdade é um socorro que a pessoa está pedindo.

Pronampe

A Receita Federal começou a notificar esta semana as empresas que podem captar empréstimo através do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte, o Pronampe.

Nesta fase inicial serão notificadas as empresas optantes pelo Simples Nacional, posteriormente as microempresas não optantes pelo Simples. Bancos públicos e privados ou cooperativas de créditos poderão disponibilizar o empréstimo com juros de aproximadamente 3,25% ao ano, com 36 meses para pagar e oito meses de carência.

Pronampe 2

Os empréstimos deste programa serão ofertados pelos bancos, porém o governo liberou um fundo garantidor de quase R$ 16 bilhões para que este valor possa ficar de garantia caso o empresário não quite suas parcelas. Isso poderá facilitar o acesso ao crédito, pois é uma das grandes reclamações dos empresários. Como já escrevi em outras edições, sete de cada 10 empresários que buscam crédito tem seus pedidos reprovados por falta de garantia, excesso de burocracia ou alto risco na operação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Folha do Vale