Sete renasce com olho no Catarinense

Sete de Setembro, uma das equipes mais tradicionais de Braço do Norte e do Sul, é reativado

O Sete de Setembro, uma das equipes mais tradicionais de Braço do Norte e região Sul é reativado. A iniciativa surgiu após a reinauguração do Estádio Lauro Koch, na conversa em uma roda de amigos. A ideia foi dada e aprovada por todos da mesa, em seguida mais torcedores da equipe foram convidados a participar desse resgate e projeto. A equipe renasce ousada. Quer fortalecer suas ações dentro e fora do campo e sonha em disputar, até mesmo, o Campeonato Catarinense.
No momento, uma diretoria está sendo constituída por ex-atletas e amigos admiradores do tradicional time. Dirigentes das equipes que disputam o Municipal de Futebol de Campo foram convidados a participarem desse projeto, já que a intenção não é disputar o campeonato local e sim competições da região. Reuniões já estão sendo feitas para montar a diretoria e comissão técnica e consequentemente o projeto. O ex-meio campista do Sete, e preferido para assumir a presidência Emilson Oliveira, o “Misso”, não esconde a felicidade de poder reativar seu time de coração. “A nossa aceitação está muito grande na praça, está sendo montada uma excelente diretoria com pessoas de respeito e credibilidade, facilitando a aceitação do retorno da equipe aos gramados. Vamos dar sequência nesta linda história do Sete, tenho certeza, com novas glórias no futebol”, ressalta Emilson, que emocionado lembra do refrão que fez sucesso no passado e que espera repetir novamente: “Deixa o Sete passar”.
O dirigente lembra que a intenção é somar no esporte. “As portas estarão abertas para todos que tiverem interesse em fazer parte da equipe. O objetivo maior é resgatar a tradição e valorizar jogadores da casa, além de poder ser um dos representantes da cidade em Campeonatos Regionais Amadores”, reforça.

Diretoria e comissão técnica

Com vários membros do passado, e também do presente, uma mescla da experiência e juventude, é assim que está sendo formada a diretoria do Sete. Loreni Weber Boneti, o “Mano”, um dos integrantes da equipe, destaca a importância da seriedade no futebol. “Nossa prioridade é dar valor aos jogadores da casa. Não estamos pensando apenas no Sete, mas sim, em Braço do Norte. Transparência e credibilidade é fundamental para ter sucesso no futebol, e isso o Sete e seus dirigentes tem”, declara Mano.
Um dos responsáveis por contratações será Anderson Marcelino, o “Som”. “Aceitei o convite para colaborar, quando me passaram a ideia e os nomes da equipe, todas as pessoas do bem, aceitei na hora fazer parte desse time”. Sobre os jogadores, Som relata que a equipe está quase pronta. “A maioria dos atletas são quase todos da casa, já que temos bons jogadores em nosso município, vamos focar em dar oportunidade aos nossos jogadores, e até o momento, está dando certo, estamos valorizando-os, e eles estão nos valorizando, em jogar e defender o time de nossa cidade”, lembra.

A história

O Sete de Setembro tem uma linda história no futebol amador, é por isso, que amigos, ex-atletas e torcedores se uniram para reativar e dar sequência nesta história, escrevendo mais um livro e mais um capítulo. Foram várias competições disputadas pelo Sete, destaque para o título de campeão Estadual de Futebol Armador em 1985 contra o Rennar de Fraiburgo, onde os braçonortenses ganharam por 2 a 1, fazendo muito bem o dever de casa, com o estádio Lauro Koch totalmente lotado.
A equipe também sempre revelou grandes jogadores para a cidade e região, sendo uma “fábrica de talentos”. E agora, trabalha para poder colocar em prática novamente, desta vez, para sempre.

Projetos e sonhos

A diretoria atual do Sete de Setembro está trabalhando intensamente com os pés no chão, mas sonhando com voos maiores, para os torcedores e toda a cidade. Um dos projetos que o Sete pretende colocar em prática esse ano, na sua volta ao futebol amador, será o sócio torcedor, com uma mensalidade pequena, torcedores e amigos poderão ajudar o Sete a tornarem realidade seus projetos e sonhos.
Outro projeto que o Sete está preparando, para um futuro mais próximo, é que a equipe possa entrar no Campeonato Catarinense, virando uma equipe profissional. Mas, a primeira batalha de todo time do Sete de Setembro é disputar Campeonatos Amadores Regionais, iniciando pela Liga Amadora Verde Vale, na qual deve iniciar em agosto e o Sete já foi inscrito.


Leave a Comment