Projeto Cidade mais Segura será lançado na Cerbranorte

Uma parceria entre a Polícia Militar de Braço do Norte e a Cerbranorte (Cooperativa de Eletricidade de Braço do Norte), pretende deixar o município melhor guarnecido. Na quinta-feira, 30 de maio, às 17 horas na Associação dos Servidores da Cerbranorte será lançado o projeto Cidade mais Segura.

Pela parceria firmada entre as duas instituições, qualquer morador que possua uma conta de energia elétrica da Cerbranorte no seu nome poderá doar, a partir de junho, o valor que desejar para que a polícia use, exclusivamente, para melhorias na Guarnição Especial da cidade que atende sete municípios. O associado da cooperativa receberá em sua casa um formulário para preencher em que pode autorizar o valor que quiser para ser debitado mensalmente. O valor arrecadado será repassado ao Funsesp (Fundo de Segurança Pública).
“Este valor será usado para compra de novas viaturas e equipamentos de segurança, como ampliação da rede de câmeras de Braço do Norte. Dependendo do valor arrecadado, até mesmo para a construção de bases de segurança em bairros”, explica o major Peterson do Livramento, comandante da Polícia Militar. “Apesar de nossa Guarnição atender também outros municípios, a princípio o projeto será aplicado apenas em Braço do Norte”, acrescenta.

Bases de Segurança
Antes de Antônio da Silva deixar a presidência da Cerbranorte, no final de março, “Toninho”, autorizou, em consenso com a sua diretoria, o repasse de R$ 100 mil à Polícia Militar para que fosse construída na Praça da Família, ao lado do Ginásio Municipal, no Bairro Nossa Senhora de Fátima, uma Base de Segurança Comunitária. O local, com aproximadamente 60 metros quadrados, seria uma extensão física da Guarnição Espacial, e serviria de ponto de apoio para os policiais que fazem a segurança do bairro. Esta semana o major Peterson esteve em contato com o interventor judicial da Cerbranorte, Cristiano Orlandi, para saber se este repasse poderia ser realizado neste momento. “Prontamente o administrador se colocou à disposição para levar o pedido de continuidade do projeto ao Juízo, o qual decidirá se a Cerbranorte já pode repassar o valor para a construção ou se devemos esperar a próxima gestão assumir”, acrescenta o comandante.


Leave a Comment