Procuro sempre com determinação fazer as coisas acontecerem

Secretário de saúde de Grão-Pará, Ricardo Ascari fala sobre sua trajetória, das ações da sua gestão e sobre as metas para o futuro

Comprometimento e esforço é o que não faltam para o jovem secretário de Saúde de Grão-Pará, Ricardo Ascari, 30 anos. Natural de Grão-Pará, Ricardo é filho do ex-prefeito Amilton Ascari, o “Breca” e de Valneide Schlickmann Ascari. Aos 20 anos, casou-se com Viviani Kafka, com quem tem um filho, o Valentim, de um ano.
Em 2016, o prefeito do município, Márcio Borba Blasius, convidou Ricardo para ocupar a pasta da Saúde. Durante o Café da Folha desta semana, patrocinado pela Panificadora Philippi, Ricardo contou à jornalista Jéssica Simiano, como está sendo essa experiência, falou das ações desenvolvidas durante a sua gestão até o momento e dos planos para o futuro.

Conte-nos um pouco de quem é Ricardo, sua história e trajetória?
Ricardo – O Ricardo é uma pessoa tranquila, que gosta de estar com a família e rodeado de amigos. Meu primeiro trabalho foi aqui no jornal Folha do Vale, comecei com 12 anos a fazer a entrega dos jornais em Grão-Pará, fiquei por um período de uns quatro anos, e foi ali que começou o meu contato com a população. Depois disso, eu fui vidraceiro, trabalhei como mecânico, fui representante comercial, motorista da saúde e da Apae e instrutor de trânsito, até receber o convite do prefeito Márcio para assumir a Saúde e estar ajudando-o nesse governo.

E a decisão de assumir a Saúde?
Ricardo – Confesso que no primeiro momento quando recebi o convite, a minha primeira resposta foi não, inclusive enumerei outros nomes que eu achava que pudessem assumir a pasta. Antes de tomar qualquer decisão, procurei ouvir muito a minha família, que é a minha base. E por fim, após uma conversa de aproximadamente dois meses, depois de conhecer qual era a intenção do prefeito e a partir do momento que alinhamos as ideias, eu resolvi aceitar esse desafio, com o intuito de ajudar no desenvolvimento da saúde de Grão-Pará. Está sendo uma experiência única, tenho sorte de ter ao lado um prefeito conhecedor da pasta, que sabe da realidade e das necessidades do município.
Para você é gratificante ter recebido essa oportunidade de estar num cargo tão importante e essencial para a população?
Ricardo – É um trabalho que me gratifica, me completa diariamente. Quando se trata de saúde, que você consegue resolver um problema de uma família, ela é eternamente grata a você. Por dia passam pela minha sala em torno de 50 pessoas, e as vezes eu não lembro de tudo, e muitas vezes depois de alguns meses a pessoa vem me agradecer, é nesse momento que o meu trabalho é recompensado. Sem dúvida, a maior recompensa é a gratidão da população.

Qual a situação da saúde de Grão-Pará hoje?
Ricardo – Desde que assumimos a saúde, tivemos uma evolução muito grande. E isso eu escuto diariamente da população. Colocamos em funcionamento um ESF que corresponde todo o Centro do município, que estava fechado há quase quatro anos. Tivemos uma grande evolução na questão da pediatria, conseguimos dobrar os atendimentos. Hoje, Grão-Pará não tem fila de espera para atendimento pediátrico, posso dizer que inclusive sobram consultas semanais, graças a Deus esse problema está resolvido. Também tivemos evolução na frota de veículos, tínhamos uma frota defasada, e com a ajuda de parlamentares e com recursos próprios da Prefeitura, adicionamos mais cinco veículos. Também tivemos um projeto, o que eu julgo como um dos mais importantes da secretaria, que foi o Saúde em Dia, que atendeu diretamente 500 pessoas, com exames que estavam represados desde 2012. Além disso, outro projeto que podemos destacar é um de oftalmologia, que atendeu 900 pessoas. Hoje é difícil promover saúde sozinho, precisamos sempre contar com parcerias, principalmente da Prefeitura, pois o nosso orçamento é reduzido. Mas quanto a isso não podemos reclamar, Grão-Pará investe 20% do seu orçamento próprio em saúde, e é isso que possibilita esses atendimentos e projetos.

Uma avalição da tua gestão? O que ainda precisa ser melhorado?
Ricardo – É muito difícil se auto avaliar. Mas vemos que a saúde de Grão-Pará vem crescendo a cada dia. Eu avalio de forma positiva, esses projetos que citei anteriormente vieram para somar e desafogar a secretaria. Sabemos que tem que melhorar muito ainda, principalmente a questão estrutural dos Postos. Mas o que depender de mim, ainda será feito muito pala Saúde de Grão-Pará. Podem ter certeza, eu procuro sempre com determinação fazer as coisas acontecerem.

As próximas ações? O que você ainda pretende fazer nesses quase dois anos?
Ricardo – Com essa mudança de governo, tanto a nível estadual quanto nacional, ainda não sabemos como vai ficar daqui pra frente. Mas, nesse ano de 2019, o nosso maior objetivo é manter os programas que já estão em andamento, além disso, também pretendemos dar uma atenção especial aos programas ligados ao Nasf, ano passado já tivemos algumas novidades, como o início das atividades da nutricionista, e queremos manter esses projetos em dia. E lá em 2020, quando já vamos ter um fôlego maior e vamos estar mais sintonizados com esse governo, pretendemos colocar em prática outros projetos.

Como é a tua relação com a população?
Ricardo – É muito difícil atender a todos os pedidos e deixar todos satisfeitos. Nem sempre conseguimos atender a todos da forma como gostaríamos, mas força de vontade e determinação de toda a equipe não faltam para que possamos cada dia ser um pouco melhores. A área da saúde é delicada, as vezes ela não pode esperar, e para isso é necessária uma dinâmica muito grande, mas graças a Deus tenho uma equipe que me abraçou desde o primeiro dia, temos uma sintonia muito grande e juntos fizemos acontecer. Só tenho a agradecer o empenho de todas as pessoas que trabalham na Secretaria da Saúde. Seria impossível atender 50 pessoas por dia, sem ter o auxílio dessa equipe. E eu gosto desse contato com a população, é ouvindo as pessoas, sabendo das dificuldades que conseguimos melhorar o setor da saúde.

Se tiver oportunidade, você pretende continuar na Saúde?
Ricardo – É complicado falarmos de futuro, o que eu posso dizer é que hoje sou um homem feliz e realizado por poder contribuir com o dia a dia do cidadão, e com certeza se surgir uma outra oportunidade de estar desenvolvendo um trabalho que gere resultados, que consiga trazer benefícios à população, sempre pensando no cidadão que mais necessita, o que é uma bandeira nossa desde o primeiro dia, se for dessa forma, com certeza vamos estar juntos num projeto futuro. Não estamos na secretaria por estar, queremos fazer a diferença.

Frase que resume a tua gestão até hoje?
Ricardo – Jéssica, eu vou falar o que eu carrego desde o primeiro dia, o meu lema sempre foi atender a todos os cidadãos iguais. Esse foi meu pensamento desde o começo, procurar ajudar a todos sem discriminação, e acima de tudo, auxiliar aquelas pessoas que mais necessitam.


Leave a Comment