Mulheres são reconhecidas

Dezesseis mulheres da região foram homenageadas com o “Prêmio Teresinha Arlete Kuerten Bianchini”, na sexta-feira, 08

O Dia Internacional da Mulher, comemorado na sexta-feira, 08 de março, foi de homenagens na Churrascaria Castelinho, em Braço do Norte. Dezesseis mulheres da região que são exemplos do empoderamento feminino, foram homenageadas com o “Prêmio Teresinha Arlete Kuerten Bianchini”.
As escolhidas foram: Amaraia Beltrame de Souza, de Gravatal; Anilda Faust, de Grão-Pará, Camila Mendes Pilon Ricken, de Rio Fortuna, Célia Külkamp Meurer, de Rio Fortuna, Diana Chris de Souza Fernandes, de Armazém, Heloísa Heidmann Wiggers, de Rio Fortuna, Maria Aparecida Borba Mafei, de Braço do Norte, Maria Marlene Schlickmann, de São Ludgero, Marta Régis Fogaça, de Gravatal, Michelle Barreto Cattaneo, de Orleans, Mirele Debiasi, de Orleans, Osmarina de Pieri Niehues, de São Ludgero, Tatiane Ramos Viquetti Flores, de Armazém, Teresinha Baldo Volpato, de São Ludgero, Thayni da Silva Librelato, de Orleans e Valneide Exterkoetter, de Braço do Norte.
A tarde de sexta-feira, ficará marcada na memória dessas dezessete mulheres, em especial da “dona Arlete”, que emprestou o seu nome ao prêmio. “Só tenho a agradecer por essa linda homenagem. É uma satisfação muito grande e um orgulho ver o meu nome em cada medalha entregue a essas mulheres tão importantes. De coração, muito obrigada, o meu sentimento é de gratidão e felicidade”, destaca dona Arlete, uma forte personalidade que marcou época em Braço do Norte.
Além das homenagens, as mulheres participaram de uma palestra e de um delicioso café colonial.


Leave a Comment