Lei municipal do Dia da Gentileza é esquecida em BN

Aprovada em 2014, lei municipal que instituiu o Dia da Gentileza deveria ser comemorada nesta quarta-feira, 10 de outubro, porém passou sem homenagens

 

Lembrar a população de gestos simples como o de dar “bom dia”, muito obrigado”, “pedir desculpas”, “pedir licença”, fatores prioritários e preponderantes para o bom convívio e essenciais à educação. Esse é o objetivo do Dia da Gentileza, aprovado por lei municipal em 2014 e que deveria ter sido celebrado nesta quarta-feira, 10 de outubro. Porém, a data passou em branco em Braço do Norte. Pelo quarto ano consecutivo, o propósito de homenagear personalidades gentis com a Medalha Enerzon Xuxa Harger não ocorreu.

De acordo com a presidente da Câmara de Vereadores, Soraya Michels, por ser um ano eleitoral, ainda não foi elaborado ações em alusão à data. “Não marcamos nada para a data. Semana que vem teremos mais uma sessão itinerante no bairro Rio Bonito, às 19h, e tentaremos abordar o assunto”, afirma.

A lei que criou o “Dia Municipal da Gentileza”, foi uma proposta da vereadora Cleia Demétrio (PMDB) e aprovado por unanimidade por todos os edis em 2014. No primeiro ano da lei, 11 nomes foram reconhecidos por suas ações de gentileza e receberam a medalha em solenidade. A lei foi aprovada também para adotar uma ideia do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Braço do Norte que, em parceria com a Folha do Vale, adotou o projeto Mais Gentileza. “Esse ano estamos focados no projeto Rede de Vizinhos e não conseguimos organizar ações para o Dia da Gentileza”, comenta o presidente do Conseg, Claudio Herdt.

Mais Gentileza

O Projeto Mais Gentileza, desenvolvido pelo Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) e pela Folha do Vale, tem o objetivo de lembrar à população que gestos simples, como saudar as pessoas, agradecer pelas atitudes nobres, ceder lugar para o idoso, dar a preferência para alguém no trânsito, são ações rotineiras que contribuem para uma cultura saudável e melhora a convivência e a qualidade de vida entre as pessoas. Atitudes de gentileza entre as pessoas reduzem o estresse, a raiva e as atitudes violentas. Isso começa com pequenos gestos, espontâneos e dirigidos para pessoas que encontramos no trabalho, na rua, no trânsito, no ônibus ou no supermercado. Gentileza gera gentileza, o reflexo de gestos gentis são os maiores exemplos que ensinam as pessoas no dia a dia e, em qualquer espaço social. As atitudes saudáveis é que vão contribuir para ampliar os gestos de gentileza na convivência humana.


Leave a Comment