Julio Garcia volta ao comando da Alesc

Deputado foi eleito presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) para o biênio 2019-2021

Na sexta-feira, 1º de fevereiro, após a posse dos 40 deputados eleitos no último pleito, na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), aconteceu a eleição do presidente da Casa. Julio Garcia foi o único candidato ao cargo, confirmando o acordo que já havia sido feito com as demais bancadas partidárias da Casa e foi eleito por unanimidade.
Esta será a terceira vez que Julio comandará o Parlamento estadual. “Retornar a esta Casa é reafirmar o meu compromisso com o cidadão. Agradeço a cada deputado que depositou o seu voto para que eu assumisse a presidência do parlamento nesse momento. Sei do compromisso, da responsabilidade e junto dos demais colegas deputados honrarei com transparência e lisura a missão que nos foi confiada pelo eleitor catarinense”, destaca Julio, que garante que gratidão define esse momento. “Somente tenho a agradecer a todos pela confiança e posso garantir um trabalho sério à frente da Assembleia, análise dos projetos de forma criteriosa, votando a favor de tudo que for bom para Santa Catarina. Evidentemente que nós do Sul temos os olhos mais voltados para a nossa região, e é isso que eu vou procurar fazer”, ressalta o presidente.
Conforme Julio sua principal bandeira de trabalho à frente do Poder, será dar condições iguais a todos os deputados estaduais para que possam trabalhar e representar as diferentes regiões. Ao ser questionado sobre a possibilidade de se candidatar ao governo nas próximas eleições, Julio garante que este ainda não é o momento para pensar no assunto. “Hoje o que posso garantir é que vou cumprir os dois anos de mandato na Assembleia com muita responsabilidade. Eleição majoritária não é a gente que decidi, aqueles que tentaram fazer eleição majoritária, forçando a candidatura, não chegaram a lugar nenhum, isto tem que ser uma coisa natural, acredito que não é o momento”, avalia Julio. “Política é um instrumento para promover o bem comum. Tem gente que desvia e faz a má política”.


Leave a Comment