Enem: “Prova foi mais difícil que os outros anos”, avalia braçonortense

Primeiro dia de prova do exame nacional ocorreu no domingo, 04. Em Braço do Norte quase 1000 candidatos participaram

O primeiro dia de prova do Enem 2018, realizado no domingo, 04 de novembro, foi considerado difícil, para o braçonortense Henrique Simiano. Os candidatos tiveram cinco horas e 30 minutos para responder a 45 questões de linguagens, 45 de ciências humanas e escrever uma redação.

No primeiro dia do exame, apareceram tópicos como feminismo, ditadura militar, nazismo, escravidão, regime militar, crise de refugiados, entre outros. Henrique realiza o exame nacional pela terceira vez, e na sua avaliação a prova teve um nível de dificuldade maior que os outros anos. “Eu achei que a prova foi mais difícil que os outros anos, estava complicado de interpretar alguns textos, principalmente na parte de linguagens. Além disso, o tempo também apertou um pouco, eu costumo revisar as questões antes de passar para o gabarito, mas dessa vez, não consegui fazer isso em todas”, destaca Henrique que conta que os outros dois Enem fez a prova apenas como treineiro. “Em 2016 e 2017 fiz para ter uma base, para saber como funcionava. E esse ano fiz para tentar uma bolsa de estudos para o curso de engenharia civil. Me preparei bastante, espero que eu consiga um bom resultado”, conta o candidato.

Para Henrique o tema da redação “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet” foi uma surpresa. “O que me surpreendeu foi o tema da redação, foi interessante, porém eu não estava esperando esse tema. Na escola e no cursinho os professores não previam também, mas acredito que fui bem, consegui fazer certinho”, ressalta o braçonortense.

No próximo domingo, 11, os candidatos terão até às 18h30min para finalizar as questões de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias.

Maratona de estudos continua essa semana

Depois do primeiro dia de Enem, os alunos continuam estudando. Desde abril, Henrique se mudou para Tubarão, para se preparar para a prova. O candidato revela que um dia após a primeira prova do exame, a sua rotina de estudos já voltou ao normal na segunda-feira. “Faço um cursinho que é totalmente focado no Enem, essa semana eu ainda tenho as aulas das ciências exatas e matemática. Nesta segunda eu já voltei a minha rotina de estudos, só vou descansar depois do último dia de prova. O momento agora é de dedicação”, garante o braçonortense.


Leave a Comment