Educandário faz campanha para arrecadar agasalhos

Famílias que vieram de outras regiões do Brasil morar em Braço do Norte não faziam ideia do frio que se abate aqui no inverno e passam dificuldade

Pelo segundo ano consecutivo a Escola Municipal Professor Antônio Rohden, o “Educandário”, de Braço do Norte, promove uma campanha para arrecadação de roupas, calçados e cobertores. O objetivo é ajudar principalmente aqueles alunos mais carentes financeiramente.
Segundo a diretora da instituição, Meri Philippi, muitos pais de alunos são oriundos de outras regiões do Brasil, principalmente Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Quando essas famílias chegam a Braço Norte, não fazem ideia do quão frio pode ser o inverno e, por conta disto, costumam passar necessidade. “Percebendo essa dificuldade das famílias, resolvemos ajudar de alguma forma. Então realizamos essa campanha, em que pedimos aos demais pais e alunos e à comunidade em geral a doação de roupas, calçados e roupas de cama, principalmente para crianças”, explica.
O que é arrecadado, conta a educadora, fica na escola à disposição dos estudantes e familiares para escolherem as peças e levarem para casa. A comunidade escolar tem sido generosa e contribui para a campanha. Entretanto, uma das dificuldades encontradas é com relação às roupas para crianças e adolescentes. “Roupas femininas, normalmente, conseguimos arrecadar com facilidade. Mas tem sido mais difícil obter peças para crianças e para homens adultos. Precisamos, principalmente, de doações para as crianças, que são aqueles que mais queremos atender, justamente por serem nossos alunos”, destaca a diretora.

Sem colchão para dormir

Um dos casos de necessidade entre estudantes que mais chamaram a atenção de membros da direção e professores é o de uma menina, aluna do 2° Ano do Educandário. Com 7 anos de idade, ela não tem colchão onde dormir. Atualmente, ela se deita em um colchonete improvisado com uma fina espuma e cobertores.
De acordo com a diretora da escola, a família dessa menina tem passado por muitas dificuldades. A mãe veio de outra região do País para Braço do Norte e o padrasto sofreu um grave acidente de trânsito que o impossibilitou de se locomover. “É uma família humilde e que tem enfrentado sérios problemas. Essa situação nos comoveu bastante. A menina é uma ótima aluna, uma criança querida, mas está nesta situação preocupante, ainda mais com frio que fez nos últimos dias”, lamenta Mari.
Interessados em contribuir com a campanha da Escola Professor Antônio Rohden podem procurar a direção, diretamente na instituição ou pelo telefone (48) 3658-2851.
“Mesmo com o recesso escolar, que inicia na próxima segunda-feira, ainda estaremos com atendimento interno. Os pais podem continuar trazendo até 19 de julho as doações que estaremos fazendo a triagem e disponibilizando para aqueles que precisam e nos procuram diariamente”, completa a diretora.

Secretaria faz arrecadações

Além da campanha realizada no Educandário, a Secretaria Municipal de Assistência Social também promove a sua tradicional ‘Campanha do Agasalho’. Até dia 1º de agosto, a entidade recebe roupas de inverno, agasalhos, cobertores, edredons, calçados fechados e roupas para bebê, em bom estado de uso.
Os locais de entregas são na sede da Secretaria, na Avenida Felipe Schmidt, ao lado do escadão, também no Cras (Centro de Referência de Assistência Social) ou no Creas (Centro de Referência Especializado de Assistência Social).
“Esta onda forte de frio dos últimos dias, fez aumentar, consideravelmente, a procura. Nos surpreendeu, até de certa forma, o número de moradores que vieram até a Secretaria buscar algum agasalho. Nos anos anteriores era comum nós procurarmos famílias para oferecer as doações. Este ano a procura está sendo grande”, ressalta a secretária de Assistência Social Gisely Perin Meurer.

 


Leave a Comment