Edição 31/08/18

Mais um mês

O vereador Mário Jorge Danielski (PSD) ficará mais um mês na Câmara de Braço do Norte. Isso porque o titular, ex-secretário Regional, Ricardo Medeiros anunciou que o seu retorno ao Legislativo será dia 1º de outubro. No mês de setembro, Mário Jorge segue na cadeira de Ricardo.

 

Agora vai?

A Secretaria de Estado da Infraestrutura abriu na segunda-feira, 27, as propostas das empresas no edital de licitação da obra de recuperação da rodovia SC-390, entre os municípios de Orleans e Lauro Muller. A licitação prevê a execução dos serviços de pavimentação, drenagem, obras complementares e sinalização. Ao todo foram quatro empresas habilitadas e a que teve o menor preço foi a Confer – Construtora Fernandes Ltda, sediada em Criciúma apresentando o valor de R$ 6.816.128,96. A próxima etapa do processo é a análise técnica da proposta, pela equipe de engenheiros da Secretaria, e, em seguida publicação e assinatura do contrato.

 

Aprovação

A Administração de Beto e Ronaldo comemora o resultado divulgado esta semana. Uma pesquisa de avaliação, que a gestão fez pelo segundo ano consecutivo, para avaliar os setores da prefeitura, apresentou que a administração de Braço do Norte tem uma aprovação de 86% da população, um acréscimo de 10% em relação ao índice levantado no ano passado, que já era um dos melhores de todo o estado. Beto agradeceu toda a sua equipe pela dedicação e lembrou que ainda há muito a ser feito, mas a confiança dos braçonortenses será o combustível necessário para continuar a missão de melhorar a cidade.

 

Apoio

Candidato a deputado estadual, o delegado Ulisses Gabriel reúne os seus apoiadores neste sábado, 1º de setembro, em Orleans. A ação, com “adesivaço” dos carros, acontece a partir das 10 horas, ao lado do Posto Nonna Ema, no trevo de entrada da cidade. Presidente licenciado da Associação de Delegados de Santa Catarina (Adepol), Ulisses é bacharel em Direito pela Unisul. Pós-Graduado em Direito pela Univali e Marketing pelo Unibave. Especialista em Gestão Corporativa e professor universitário.

 

Desperdício

Desde que teve professores denunciados pela Polícia Federal na Operação Ouvidos Moucos, obrigando seu afastamento, a Universidade Federal de Santa Catarina já gastou do meu, seu, do nosso dinheiro, R$ 1,7 milhão. Os cinco afastados tiveram que ser substituídos. E o relatório final conclusivo da desastrada operação, que dia 14 de setembro completa um ano, não apareceu ainda. Só ilações.

 

Pensamento do Bambi

Lá em casa vivemos de reencarnar coisas. Morre uma toalha de banho, nasce um pano de prato. Morre um extrato de tomate, nasce um copo. Morre um pote de margarina, nasce uma tupperwar.

 


Leave a Comment