Edição 28/08/18

Ricardo de volta

O ex-secretário Regional, Ricardo Medeiros (PSD) anunciou que retorna à Câmara de Vereadores de Braço do Norte no dia 1º de setembro, próxima segunda-feira. Ricardo foi o segundo vereador mais votado nas eleições de 2016, com 960 votos. Deixou a Câmara em fevereiro de 2017 para assumir a ADR de Braço do Norte. Após a extinção da Agência braçonortense, Ricardo foi convidado a assumir a Regional de Tubarão. Com o fechamento das coligações para as eleições e sem uma parceria entre PSD e MDB, Ricardo entregou o seu cargo no Governo do Estado e volta para o Legislativo de Braço do Norte.

Quem sai

Durante a vacância de Ricardo Medeiros, o PSD fez um rodízio dos seus suplentes na Câmara de Vereadores. Mas, quem deixa a cadeira, no momento, é o vereador Mário Jorge Danielski. O primeiro suplente do partido foi o que mais ocupou a vaga nestes um ano e seis meses sem Ricardo na Câmara.

Eleições

A cada dia que passa aumenta a expectativa para as eleições da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Braço do Norte. A votação acontece em dezembro e, nos bastidores, há movimentação e vereador analisando as possibilidades para assumir a presidência da Casa do Povo.

Itinerante

Quatro comunidades devem receber, até o fim do ano, as sessões itinerantes da Câmara de Vereadores de Braço do Norte. Por sorteio, foram definidas que as reuniões acontecerão no Avistoso, Rio Bonito, União de cima e Pinheiral. As datas ainda serão confirmadas.

 

Conta da campanha

A última reforma eleitoral estabeleceu os tetos de gastos de campanha eleitoral por cargo eletivo a serem observados nas eleições de 2018. Para presidente da República são R$ 70 milhões para o primeiro turno e R$ 35 milhões para o segundo, se houver, por candidato. Candidatos a deputados federais poderão gastar até R$ 2,5 milhões e a deputados estaduais R$ 1 milhão. Para governador e senador, varia conforme o eleitorado de cada Estado em 31 de maio de 2018. Assim, em Santa Catarina os candidatos ao Governo poderão realizar gastos até o limite de R$ 9,1 milhões, enquanto os postulantes às duas vagas no Senado poderão gastar até R$ 4,55 milhões.

Pensamento do Bambi

 Parece que estou ficando idoso, porque fico mal humorado por tudo. Só não cheguei ainda na fase de levantar cedo para varrer o quintal.


Leave a Comment