Edição 1585 – 23 de abril de 2019

União de esforços
Cerca de 20 moradores das comunidades de Avistoso e Pinheiral, cansados de esperar pela iniciativa da Administração Pública de Braço do Norte, se uniram e realizaram na manhã de sábado um mutirão para roçar e limpar a rodovia municipal BRN-424. O grupo colocou a mão na massa e fez acontecer. Entre eles o radialista e vereador Israel de Souza (MDB).
O movimento fez lembrar a palestra dada, recentemente, pelo consultor especial do governo, o publicitário Gonzalo Pereira. Falava na importância dos cidadãos se unirem aos órgãos públicos, não esperando somente pela ação do município ou do Estado. Na palestra Gonzalo citou o exemplo de um morador que ficava todos os dias reclamando que o capim estava crescendo na frente da sua casa e a Prefeitura não fazia nada. Certo dia ele acordou e percebeu que o mato havia sido cortado na frente da casa dos seus vizinhos, menos na frente da sua e tratou de reclamar através das redes sociais do descaso da Prefeitura que havia, segundo ele, cortado o mato, mas deixado propositalmente, na frente da sua residência. Espanto dele foi saber que o trabalho teria sido realizado pelos próprios moradores. Cada um cuidou da sua fachada.
Morador cuidando do que é seu em parceria com a Prefeitura e valorizando o comércio local. Governo, incentivando o produtor. Empresários, apostando e investindo na cidade em que vivem. Esta é a receita do crescimento local. Aposta o consultor.
Em tempo, na semana passada a Prefeitura de Braço do Norte iniciou a pintura da mesma rodovia. Pavimentação realizada pelo Governo do Estado e entregue ao município para sua manutenção há cerca de quatro anos, a BRN nunca passou por uma manutenção geral, com limpeza de canaletas, desobstrução dos acostamentos e pintura de todas as faixas.

Tragédia anunciada
Os milhares de romeiros que se aventuraram a se dirigir ao Santuário da Santa Albertina na noite da última quinta-feira colocaram, verdadeiramente, suas vidas em risco. O mato toma conta de boa parte da rodovia entre Gravatal e São Martinho, passando por Armazém. Neste sentido, cabe a autoridade policial alertar aos órgãos competentes sobre o perigo eminente e a Administração Municipal destas cidades, zelar pela segurança de quem irá transitar. Todos sabem do grande fluxo de romeiros nesta data.

Fatalidade
Por incrível que possa parecer, os dois moradores de São Ludgero que morreram atropelados, foram colhidos no acostamento em um dos poucos locais em que se conseguia caminhar em um trecho de pista reta e de boa visibilidade da rodovia entre Armazém e São Martinho, na localidade de São João do Capivari. Há locais que o mato toma, até mesmo, a pista de rodagem.

Os 100 dias
O governador Carlos Moisés, não se tem dúvidas, está fazendo uma série de economias e zelando pelo bom uso do dinheiro público. Porém, já se passaram quatro meses e nenhum sinal de manutenção das rodovias estaduais. É um completo abandono. O mato toma conta de boa parte do acostamento de todas as rodovias estaduais em nossa região. Alguns locais, como entre Braço do Norte e Santa Rosa de Lima, passando por Rio Fortuna, além do mato, há galhos pontiagudos apontando para a faixa depois que um vendaval atingiu a região semana passada. Urgentemente carece de uma roçada geral. Serão precisos mais quantas mortes para se perceber que em alguns pontos não há como economizar?

Supetão
Apesar dos desencontros de datas e até mesmo da pouca divulgação, a Primeira Feira Literária de Braço do Norte que aconteceu de 16 a 20 de abril na praça Padre Roer foi considerada boa para a empresa que realizou a exposição dos livros. Estive no sábado na feira e levei dois livros para casa. Boa variedade e preços excelentes que variavam de R$ 5 a R$ 10 a unidade. A empresa pretende retornar a Braço do Norte durante a semana do município, em outubro. Da próxima vez, se tudo tiver certo, esperamos com boa divulgação. Precisamos formar mais leitores em nossa sociedade.

Encontro
Liderados pelo presidente da Amurel (Associação de Municípios da Região de Laguna), o prefeito de Braço do Norte Beto Marcelino, um grupo de lideranças esteve nesta segunda-feira em Florianópolis, no gabinete do secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável do Estado, Lucas Esmeraldino. Além do prefeito, fizeram parte da comitiva o engenheiro Alexandre Martins, o diretor executivo da Amurel Celso Heidemann, o chefe de Gabinete do prefeito de Braço do Norte, Ramon Beza e o vereador e presidente da CDL de Armazém, Guilherme Heerdt Corrêa.

Desafios regionais
Os resultados relativos aos cinco eixos prioritários definidos por lideranças dos setores público, privado e terceiro setor na área de infraestrutura, agronegócio, turismo, educação, inovação e tecnologia bem como a inovação na gestão pública, serão apresentados nesta noite de terça-feira pelos membros do projeto Líder Amurel. Desenvolvido em parceria com o Sebrae e iniciado no final de 2017, o grupo formado por mais de 50 pessoas vêm discutindo estratégias e ações para o desenvolvimento regional integrado. O evento acontece no auditório da Amurel a partir das 18 horas. O convite para o lançamento do Líder Amurel, o Plano de Gerenciamento Costeiro e a ampliação da pista do Aeroporto de Jaguaruna foram a pauta do encontro.

Cooperativas Rurais
O presidente da Fecam (Federação Catarinense de Municípios), o prefeito de Tubarão Joares Ponticelli (PP), quer que o Governo do Estado faça a interlocução com as concessionárias de energia elétrica, no sentido de criar uma normativa que regulamente as ligações de energia elétrica na área rural. As cooperativas de eletrificação têm cobrado dos municípios no momento de fazer novas ligações de energia, documentos de regularização fundiária dos agricultores e a Fecam entende que essa documentação não deve ser de responsabilidade das prefeituras.

Ainda há vagas
Todas as segundas-feiras a noite, 86 alunos têm encontro marcado nas aulas gratuitas de violão da Escola de Música A Arte de Tocar, projeto da Prefeitura de Braço do Norte, através da Secretaria de Educação. As aulas acontecem no Salão Paroquial da Igreja Matriz Nosso Senhor do Bom Fim, das 19h30min às 21h30min, sob o comando do professor Lismael Crozetta Ferrareis, e ainda há vagas para quem tiver interesse em aprender a tocar violão.


Leave a Comment