Edição 1585 – 23 de abril de 2019

Desabafo
Prefeito Beto Marcelino (PSD) precisou da emergência do Hospital Santa Teresinha no domingo de Páscoa e, após atendimento, foi as redes sociais desabafar. Estava extremamente satisfeito com o atendimento recebido desde a recepção até mesmo ao procedimento médico. Lembrou mesmo pelo fato de ser uma data em que todos os profissionais gostariam de estar junto aos familiares, não tirou o sorriso de nenhum dos que lhe prestaram socorro. Em um mundo que se dá tanto valor as críticas, um ato de reconhecimento pelo bom trabalho, não passa despercebido.

Encontro
Integrantes da chapa 2 que disputariam as eleições suspensas da Cerbranorte realizaram na quarta-feira da semana que passou um encontro na antiga CDL Clube de Campo para mostrar união e conversar sobre o andamento da candidatura. A informação é que 75% dos integrantes das duas chapas (Distribuição e Geração), compareceram no encontro. Ficou ratificado ainda o desejo de todos os presentes de se manter na disputa. Não há informações sobre movimentação da chapa 1.

Sem recursos
O retorno da capital do Estado nesta segunda-feira foi triste para o prefeito Beto Marcelino que passou o dia nas Secretaria de Agricultura, Articulação Nacional e Casa Civil. De todas elas recebeu recusa dos pedidos para ajuda financeira para realização da Feagro. O Governo do Estado decidiu que não patrocinará nenhuma feira este ano. Com a persistência do Beto em viabilizar este recurso, foi solicitado ao prefeito de Braço do Norte que reenviasse um pedido diretamente à Casa Civil, explicando a importância deste apoio. É a primeira vez na história que o Estado não aporta recursos na maior Feira de Gado Jersey do Brasil.

Melhorias 1
Deputado Volnei Weber (MDB) retirou da gaveta o famoso projeto de restauração da SC-370, que em 2014 chegou a ser iniciado. Avaliado em R$ 76 milhões, o projeto entregue em 2017, foi substituído por uma reforma, que custou R$ 15 milhões. O recapeamento melhorou, consideravelmente, as condições da pista, mas não resolveu os problemas de mobilidade e segurança. Nesta segunda-feira, acompanhado de técnicos do departamento de Infraestrutura do Estado, o parlamentar percorreu o trecho de Braço do Norte analisando o que pode ser retomado do projeto original, abortado em 2014, já que para fazer toda a obra entre São Ludgero e Tubarão, não há recursos.

Melhorias 2
A ideia de Volnei Weber é levantar os pontos que carecem desta modificação emergencialmente e buscar os recursos do Estado para implementá-los. Entre os locais a serem modificados está o trevo principal de acesso a Braço do Norte e a entrada do bairro Floresta. Também ganhará modificação a entrada principal do Rio Bonito, que ganhará uma rotatória para dar maior fluxo de trânsito. No local está previsto a construção do quartel do Corpo de Bombeiros e a rótula dará mais agilidade ao deslocamento. Outra modificação contemplada, será no acesso a empresa Santa Luzia, no bairro que leva o mesmo nome.


Leave a Comment