Edição 1584 – 09 de abril 2019

Os Trabalhões
Depois de um final de semana de descanso com a família na Serra Gaúcha, o prefeito Beto Marcelino (PSD) volta ao trabalho com agenda cheia na semana. A partir desta terça-feira cumpre agenda em Brasília participando da “Marcha dos Prefeitos”, além de visitas a ministérios e a parlamentares catarinenses. O chefe de gabinete, Ramon Beza e o diretor de infraestrutura, Allan Prudêncio, acompanham o prefeito nesta viagem que tem ainda o representante da Câmara, o suplente de vereador Mário Jorge Danielski (PSD), no grupo. Os três dias que permanecerão na Capital Federal serão, com certeza de conquistas e de muitas risadas, porque, com esta turma, não tem tempo ruim.

(Re)transferidos
Em entrevista coletiva concedida após o cancelamento da eleição da Cerbranorte, o então presidente e seu vice, Toninho e Nelo, afirmaram que não haveria qualquer problema a transferência de relógios de energia para dar direito a voto. Acontece que após a entrevista vários dos relógios relacionados na ação judicial voltaram a ser transferidos para quem realmente seria o consumidor, alguns até mesmo com a exclusão do registro de mudança no sistema, dificultando a apuração das ilegalidades. Mas por que mudaram e ocultaram as provas, se não haveria problema?

Liga e desliga
Um caso de ligação de energia feita antes da eleição da Cerbranorte chama atenção. O familiar de um candidato, que mora noutro município, teve o relógio ligado antes da eleição cancelada, o relógio não teve consumo e foi desligado após o cancelamento da eleição. Esse mesmo relógio, na eleição de 2015, foi ligado antes e desligado depois do pleito. O imóvel não pertence a ele e nem a nenhum familiar do candidato, mas está em nome do parente de um funcionário da Cerbranorte. Outros relógios estariam na mesma situação.

Revoltado
O episódio aconteceu em uma barbearia de Braço do Norte e foi presenciada por diversos clientes. Um funcionário da Cerbranorte estava irritado com a alegação, segundo ele mentirosa, de que haveriam mais de um mil relógios transferidos ou ligados para pessoas que não moram no local. Há quem acredite que chegue a dois mil o número de unidade consumidoras que estão em nome de laranjas. Estava nervoso com tamanha discrepância dos números. Segundo ele, foram no máximo 400 relógios adulterados.

Nova eleição
Se depender do administrador judicial Cristiano Orlandi, as eleições para Cerbranorte Geradora e Distribuidora serão realizadas em cerca de 90 dias, o que deve acontecer até o início de julho. Foi o recado deixado pelo próprio interventor a equipe da cooperativa na sua primeira semana de atuação. Avesso a entrevistas, deixou claro que quer fazer um trabalho discreto. Aos funcionários da Cerbranorte, pediu ainda que atuem com profissionalismo, cada um cuidando de sua obrigação.


Leave a Comment