Dedicação e amor marcam trajetória

Proprietários da Multiimagens, Carlos Koch e Marcos Vieira falam um pouco sobre os 15 anos da empresa braçonortense

 

Na busca de oferecer um atendimento de qualidade a Multiimagens, foi conquistando o respeito e a preferência de toda a nossa região. Sempre focada em soluções especiais e inovadoras, que proporcionem um impacto no mercado. A qualidade muito importante especialmente na comunicação visual é sempre importante, pois proporciona a satisfação e os bons resultados para os clientes.

A empresa braçonortense completa 15 de anos de história. E para falar um pouco sobre a trajetória de sucesso da Multiimagens, recebemos essa semana no Café da Folha, os proprietários Carlos Koch e Marcos Vieira.

 

O tempo passa muito rápido, já são 15 anos de história, falem um pouco da jornada da Multiimagens?

Carlos – Realmente o tempo é implacável e passa muito rápido, estamos completando os nossos primeiros 15 anos. Já iniciamos buscando as máquinas e equipamentos, visitando as principais feiras e eventos, no qual tivemos a felicidade de participar em São Paulo, numa missão da Acivale para a capital paulista. E foi muito importante, pois conhecemos em loco e conferimos as máquinas, tendo a possibilidade de escolher os melhores equipamentos, para que iniciássemos este trabalho. Inclusive esta primeira máquina, adquirida naquela oportunidade está com a gente, mas é uma relíquia, está guardada sem uso, até divido a necessidade de buscar cada vez mais as novidades de mercado.

Estes 15 anos valeram a pena, repetiriam a dose?

Carlos – Com certeza, um grande aprendizado e estamos sempre nesta caminhada, jamais podemos achar que sabemos tudo. Temos muito o que aprender, mas estamos felizes onde já chegamos. Temos uma excelente equipe de colaboradores, fornecedores de qualidade, e uma carteira de clientes realmente muito especial e fiel. Claro que estamos felizes e com a certeza valeu a pena.

Na época vocês tiveram uma coragem fundamental para começar de novo. Como foi enfrentar esse novo desafio?

Carlos – Pensamos muito antes de tomar a nossa decisão, tínhamos a agência da loteria e o Marcos trabalhava na indústria da moldura. Foi uma decisão madura e adulta. Não me arrependo de ter tomado este caminho. Nada na vida é fácil, foi muita luta nestes 15 anos, mas realmente valeu a pena.

Nestes 15 anos tiveram muitas modificações? Existe aquela rotatividade forte de novas máquinas e equipamentos?

Marcos – Sim como qualquer atividade atual, a Comunicação Visual também requer uma atenção e um foco muito grande. Se ficarmos estacionados, ficamos para trás e dificilmente conseguiremos buscar os nossos clientes se por ventura perdermos. Então temos que estar atentos e focados, inclusive e principalmente nas novidades que surgem. Sempre digo que as principais mudanças, não foram nas máquinas de impressão, estas são sempre máquinas de impressão gosto de afirmar, só que viemos de equipamentos de 7m2 de impressão, tintas que agrediam muito o meio ambiente, resolução baixa, impressão somente em grandes formatos. Hoje temos equipamentos que imprimem até 200m2 por hora, é muita diferença e um grande avanço. Isto foi realmente um grande salto em 15 anos. Quanto a qualidade de impressão, fomos de 150 a 200 DPI para 1.440, um grande salto de qualidade e produtividade. Quanto as máquinas de impressão vieram a impressão sublimática para tecidos, nos grandes centros o que vem ganhando força é a impressão UV, que ainda não chegou em nossa região devido ao alto valor, o preço realmente não nos permite este trabalho ainda, pois é um mercado bem restrito que utiliza este material. Vai chegar, mas não deixa de ser uma impressora que nós temos, somente muda a tinta e o processo de secagem.  Eu e o Carlos sempre conversamos que o que foi criado para impressão digital de grande formato, foi, o que vai mudar de agora em diante é a qualidade de impressão e a tinta a ser usada.

Quanto a criação do material a ser produzido, vocês participam da produção e criação ou geralmente chega tudo pronto?

Marcos – A primeira coisa que fizemos após a chegada do cliente, é fazer um filtro para saber realmente o que ele quer. Se quer uma fachada, um banner, uma decoração de uma festa, um adesivo, depois que for definido o que quer, aí vamos para a parte comercial, onde atendemos ao lado da Patrícia, sendo que fico mais com a parte estrutural e externa. Geralmente quando temos cálculos estrutural, fica a meu cargo. Sempre primamos por um atendimento de qualidade pois o nosso cliente é sem duvida a razão do nosso existir e proporcionam o nosso sucesso. A partir deste momento vamos dar mais um passo e saber se tem a participação de uma agência ou se tem um departamento ou alguém responsável para buscarmos as definições da parte técnica. Se necessitar temos todas as condições de realizar o projeto do início até a concretização, aliás temos uma equipe de muita qualidade. E quando o cliente tem uma agência geralmente recebemos tudo pronto e definido. Hoje temos de fazer a melhor demonstração de resultado no computador, pois antigamente era uma apresentação lisa, simples, hoje é em alta definição e temos o compromisso de transmitir o melhor resultado.

Carlos – É gratificante quando andamos pela nossa cidade e região, e vemos o resultado do nosso trabalho. É enriquecedor e nos dá uma grande alegria, é a concretização, o resultado do trabalho de muitas mãos, de muitas pessoas.  É sempre um alerta a mais para realizarmos o melhor trabalho possível. Quando passa pela BR um veículo envelopado, é uma divulgação muito especial e que nos encaminha cada vez mais na busca da qualidade. Ver um resultado que foi criado do zero e que vai influenciar em muitos negócios, pois a gente compra com os olhos, e este trabalho é muito importante para o resultado das empresas, e nosso. Está aí a importância dos investimentos em marketing e comunicação visual, temos que estar sempre atentos e bem preparados.

Com a nova legislação eleitoral, tivemos uma redução de propaganda visual, vocês sentiram este corte?

Carlos – Evidente que sim, mas sempre temos que buscar alternativas, novos clientes. Na área política a mudança foi realmente grande. Mas temos a Feagro que é uma grande feira e que movimenta toda a nossa região.

Marcos – Veja em se falando de Feagro, comemoramos juntos os 15 anos e temos um carinho muito especial pelo evento, nascemos juntos e a importância de sua realização é muito especial para o desenvolvimento de nossa região. Apesar de todas as dificuldades que possa existir é importante que aconteça. E não estamos de forma alguma analisando pela nossa participação, mas sim por toda a participação.

A aquisição de novas máquinas chega a ser anual?

Carlos – Não, geralmente a cada dois anos a gente faz uma nova aquisição. Mas temos que estar sempre atentos. Hoje temos três equipamentos de impressão de última geração, que nos proporciona um atendimento de muita qualidade aos nossos clientes.

Marcos – A indústria de máquinas da comunicação visual é muito atuante e temos que estar atentos, a cada dois anos, é um bom período de tempo para se equipar.

Quais os trabalhos aceitos e realizados pela Multiimagens?

Marcos – Aceitamos desde um banner, um adesivo, até trabalhos mais sofisticados como fachadas, plotagem e outros serviços. Estamos abertos a um excelente atendimento. Portanto qualquer que seja o pedido, estamos prontos para atender, pois o nosso início também foi atendendo desde os pequenos pedidos.


Leave a Comment