Debate reunirá candidatos ao governo em Laguna

Jornalista Rafael Matos fará a mediação entre os nove candidatos e representantes da imprensa regional

Um debate eleitoral reunirá os candidatos a comandar o governo do Estado, em Laguna, umas das mais antigas cidades de Santa Catarina. A Rádio Difusora 91.5 FM lidera a formação de um grupo de emissoras de rádio e jornais que realizam a transmissão pelo rádio e internet a partir das 9h30min.

A Folha do Vale, de Braço do Norte, participará do programa junto a outros veículos de comunicação. Entre eles estarão representantes das rádios Bandeirantes 1010 AM (Imbituba), Litoral (Imaruí), Santa Catarina 1210 AM (Tubarão), Stylo 102.1 FM (Braço do Norte) e Hulha Negra 1450 AM (Criciúma), Mampituba 99.5 FM (Sombrio) e Integração 91.7 FM (Jacinto Machado) e Jornal de Laguna, Farol da Ilha (Laguna) e Diário do Sul (Tubarão).

A mediação do debate será do jornalista Rafael Matos. “A formação do pool de veículos de comunicação vai garantir que as ideias dos candidatos cheguem a todos os cantos do Sul do Estado. Para eles também será uma oportunidade de alcançar o maior número de eleitores”, afirma o jornalista.

Todos os nove candidatos ao governo foram convidados para o programa que será realizado no Salão Garibaldi, nas dependências do Laguna Tourist Hotel. São eles: Ângelo Castro (PCO), Comandante Moisés (PSL), Camasão (PSOL), Décio Lima (PT), Gelson Merísio (PSD), Ingrid Assis (PSTU), Jessé Pereira (Patriota), Mauro Mariani (MDB) e Portanova (Rede).

 

O debate

O debate foi formatado em cinco blocos. No primeiro, os candidatos vão se apresentar e responder a uma mesma questão. Nos blocos dois e quatro, será o momento das perguntas entre os candidatos. E nos blocos três e cinco, representantes dos veículos de comunicação que integram o grupo farão perguntas aos candidatos. Um deles será sorteado para responder a questão e outro para fazer um comentário. “Numa campanha eleitoral curta e com quase nenhuma representação do Sul nas chapas majoritárias, o debate será um momento para cobrar e saber o que os candidatos têm de propostas para a nossa região”, avalia o jornalista Rafael Matos. A avaliação de eventuais pedidos de direito de resposta será feita por uma comissão indicada pela subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Laguna.


Leave a Comment