Condutor é indiciado por morte de peregrinos

Motorista acusado de atropelar peregrinos na SC-435, em São Martinho, foi indiciado por homicídio culposo e lesão corporal culposa

ACIDENTE aconteceu na madrugada da Sexta-Feira Santa, 19 de abril

O motorista responsável pelo atropelamento de quatro peregrinos que seguiam a pé em direção ao Santuário de Santa Albertina, em São Martinho, no último dia 19 de abril, é indiciado por homicídio culposo e lesão corporal culposa. No acidente, dois homens morreram, Jean Carlos Savi Mondo, de 40 anos, e seu cunhado, Josemar de Bona, o “Má”, de 30 anos.
De acordo com a polícia, após a colheita de todas as provas testemunhais pertinentes, além da análise das condições do local do fato e laudos periciais realizados, o Inquérito Policial foi finalizado com a conclusão de que empresário Fernando da Rosa, 38 anos, motorista da Mitsubishi L200, placas QJB-6437, agiu de forma imprudente em sua condução, dando causa ao acidente que vitimou dois homens e lesionou duas mulheres.
Conforme o delegado Gabriel Luiz Marcondes, o motorista morador de São Martinho, deverá responder ao processo em liberdade. “A princípio ele responde em liberdade, tendo em vista que não há ao meu ver requisitos para prisão cautelar. Porém, ele pode ser preso após o trânsito em julgado da sentença, em definitivo”, explica o delegado que lembra que a partir de agora o caso está nas mãos do Ministério Público. “A investigação policial já foi concluída, a menos que o Ministério Público requisite alguma diligência”, destaca o delegado que lembra que não foi concluído no inquérito que o motorista estava embriagado. “Não restaram elementos suficientes para tal conclusão”.

Relembre o caso

O atropelamento ocorreu às margens da Estrada Geral São João de Capivari, em São Martinho por volta das 3h30min da Sexta-Feira Santa, quando milhares de romeiros se deslocavam em peregrinação para o Santuário de Albertina, na localidade de São Luiz. O grupo atingido pelo acidente havia deixado a comunidade de Serrinha, interior de São Ludgero, por volta das 19h10min.


Leave a Comment