Bombeiros fiscalizam escola



DURANTE vistoria foi observada a falta de recarga em extintores causada por vandalismo

O Corpo de Bombeiros que atendeu ao incêndio na última terça-feira, voltou ao Dom Joaquim esta semana para checar se os itens de segurança e prevenção estavam em dia. “Por solicitação da própria direção do colégio, há algumas semanas atrás, havíamos vistoriado as instalações e constatado a falta de extintores”, afirma o comandante dos bombeiros de Braço do Norte, capitão André do Araújo.
O relatório do Corpo de Bombeiros havia indeferido o local para a realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Entre os poucos itens que faltavam para a viabilidade do local, estavam a ausência de recarga em dois extintores. “Infelizmente o vandalismo é um fato comum nas escolas públicas. O roubo e a utilização inapropriada destes equipamentos é constante”, lamenta o comandante. Segundo ele o diretor do colégio, Tarcísio Vanderlinde, irá adquirir nos próximos dias 20 novos extintores. “Sugeri ao diretor que coloque apenas 10 e deixe 10 guardado em um almoxarifado. Em caso de novo vandalismo ou uso dos extintores, terá novos cilindros em mãos”, sugeriu. O diretor explica que, por ordem do Estado, são colocados extintores dentro das salas. “Algo sem precisão”, segundo as normas dos bombeiros, lembra Tarcísio.


Leave a Comment