Bolsonaro vence em todos os municípios da região

Em Braço do Norte, o novo presidente conquistou 16.337 votos, 87,13% e Fernando Haddad, 2.413 votos, 12,87%

No domingo, 28 de outubro, o Brasil elegeu Jair Bolsonaro (PSL) para comandar o país pelos próximos quatro anos. Com 55% dos votos válidos, o novo presidente derrotou Fernando Haddad (PT) que alcançou 44% dos votos. Bolsonaro foi eleito com a segunda maior votação da história do Brasil, obtendo 57.797.464 votos, atrás apenas de Lula, que foi reeleito em 2006 com mais de 58 milhões de votos.

Bolsonaro ganhou em 15 estados e no Distrito Federal. Já Haddad, liderou em 11 estados. Em Santa Catarina, Bolsonaro fez no segundo turno 2.966.242 votos e Haddad 940.724 votos. Na região, assim como no primeiro turno, o novo presidente cresceu na preferência e venceu disparado em todos os municípios. Em Braço do Norte conquistou 16.337 votos, 87,13%, 1489 votos a mais do que no primeiro turno.

O presidente eleito deu dois tons diferentes às suas primeiras manifestações como presidente eleito: em seu primeiro discurso, ao vivo nas redes sociais, ele criticou a mídia e opositores. “Alguém sem um grande partido, sem fundo partidário, com grande parte da grande mídia o tempo todo criticando, colocando-me muitas vezes próximo a uma situação vexatória”, disse Bolsonaro. “Não poderíamos mais continuar flertando com o socialismo, com o comunismo, com o populismo e com o extremismo da esquerda”, garantiu o novo presidente.

Em sua fala posterior em rede nacional, prometeu um governo constitucional, fez referências religiosas e acenos ao mercado. No discurso da vitória, Bolsonaro afirmou que o novo governo será um “defensor da Constituição, da democracia e da liberdade”. “O que ocorreu hoje nas urnas não foi a vitória de um partido, mas a celebração de um país pela liberdade. O compromisso que assumimos com os brasileiros foi de fazer um governo decente, comprometido exclusivamente com o país e o nosso povo e eu garanto que assim o será. Nosso governo será formado por pessoas que tenham o mesmo propósito de cada um que me ouve nesse momento, o propósito de transformar o Brasil em uma grande, livre e próspera nação. Podem ter certeza de que nós trabalharemos dia e noite para isso”, garantiu Bolsonaro.

Dos mais de 145 milhões de eleitores brasileiros, 30,87% não votaram no novo presidente e nem no Haddad: 21,29% se abstiveram, 7,43% apertaram o “nulo” na urna, e 2,15% votaram em branco.


Leave a Comment